Vasco bate recorde negativo no estadual

20/03/2006 às 12h31 - FUTEBOL

O ano de 2006 começou desastroso para o Vasco. Na primeira competição da temporada, o Estadual do Rio, a equipe de São Januário amargou seu pior desempenho em toda história do torneio. Mesmo com a vitória sobre o arqui-rival Flamengo, o clube terminou a disputa na oitava colocação, com apenas 16 pontos ganhos em 11 partidas disputadas.

A sua frente, equipes de menor expressão como América, Cabofriense, Americano, Friburguense e Volta Redonda fizeram o que muitos chamaram de a \"festa do interior\".

O Fluminense e o Botafogo também superaram o Gigante da Colina na classificação final. O único \"consolo\" para os vascaínos, se podemos chamar assim, foi o fato de o Rubro-Negro da Gávea ter amargado a penúltima colocação, superando apenas a rebaixada Portuguesa.

O retrospecto de quatro vitórias, quatro empates e três derrotas fez com que a equipe \"suplantasse\" as campanhas de 1942, 1971 e 1983. Nas ocasiões citadas, o time ocupou uma burocrática sétima posição ao fim das disputas.

Em 1942, o campeão foi o Flamengo. O Vasco superou apenas o Canto do Rio, o Bangu e o Bonsucesso, equipes que sequer figuram entre as que disputam a primeira divisão do futebol do Rio na atualidade.

No ano de 1971, onde o Fluminense levantou a taça, o sétimo posto significou a penúltima colocação, já que somente oito clubes disputaram o torneio na ocasião. O Bonsucesso foi o lanterna naquela ocasião. 12 anos depois o Tricolor também venceu, com o Vasco em sétimo.

Nos últimos dez anos, esta foi a primeira vez em que o Vasco não disputa a final da competição por dois anos seguidos. Neste período, apenas no Estadual de 2002, ao qual muitos se referem como \"Caixão\" - referência ao apelido do ex-presidente da Federação do Rio, Eduardo Viana - a equipe não chegou à decisão do torneio.

Fonte: Pelé.Net