Vasco corre contra o tempo para cassar liminar de Leandro Amaral

20/12/2007 às 07h17 - CLUBE

Se o presidente do Vasco, Eurico Miranda, deseja tentar cassar ainda este ano a liminar obtida na quarta-feira pelo atacante Leandro Amaral, terá de fazê-lo até o fim da tarde desta quinta. Irritado, o dirigente cruzmaltino avisou que o clube irá recorrer da decisão da Justiça do Trabalho, que liberou o jogador para acertar contrato com qualquer outra agremiação.

No entanto, o contragolpe vascaíno terá de ocorrer rapidamente, pois o Tribunal entrará em recesso, só retomando suas atividades na primeira semana de janeiro de 2008. Até lá, Leandro poderia acertar seu ingresso no Botafogo ou no Fluminense, este que vem sendo acusado de aliciar o artilheiro de 30 anos (6/8/1977).

Parecendo não contar mais com o jogador, Eurico enfatiza que não abrirá mão da multa rescisória, segundo ele um direito firmado no compromisso firmado por ambas as partes.

Além das ofertas do Alvinegro e do Tricolor, Leandro Amaral recebeu proposta oficial do Kashima Antlers, do Japão.

Fonte: UOL Esporte