Vasco de Ramon dá sinais de que pode evoluir para o Brasileiro

03/07/2020 às 08h27 - FUTEBOL

Dois jogos, duas vitória, quatro gols marcados e apenas um sofrido. A eliminação da Taça Rio e do Campeonato Carioca pode até ter frustrado o torcedor do Vasco, mas uma análise das duas partidas sob o comando do novo técnico Ramon Menezes, pode mostrar uma perspectiva melhor para o futuro do clube na temporada. Para além dos dois triunfos conquistados.

É verdade que dois jogos são uma pequena amostragem e ainda é cedo para tirar qualquer conclusão, ainda mais levando em consideração o nível técnico dos adversários enfrentados. Mas se considerarmos que inclusive contra adversários do mesmo escalão o Vasco vinha tendo problemas, já é possível ver alguma evolução no que o time apresenta em campo.

Os jogadores parecem ter compreendido os pedidos e as orientações de Ramon. E, como falou Fellipe Bastos em entrevista após a partida contra o Macaé, os atletas conseguiram levar para o jogo o que foi feito nos treinamentos. E esta também é a percepção do treinador.

– Estou muito feliz dos atletas terem entendido o que pensamos e o que queremos. Falo da ideia de jogo e da mudança de comportamento. O nosso adversário já viu alguma coisa da nossa equipe. Precisamos evoluir e melhorar, os jogadores sabem disso. Para colocar em prática nossa ideia, vamos ter que crescer muito na parte física. Claro, tem a parte técnica e tática – afirmou Ramon após a vitória por 1 a 0 sobre o Madureira, na última quinta-feira.

Bons sinais

O Vasco de Ramon deu indícios de que será um time mais leve e com mais toque de bola. Que pressiona assim que perde a bola. Que se utiliza bem das viradas de jogo, principalmente com Andrey. E que pode abusar das inversões de posicionamento entre os jogadores: Pikachu avançando pelo meio, Vinícius caindo pela esquerda, Lucas Santos na ponta, Benítez na direita… E, como mostrou nestas duas partidas, que também pode variar de esquema tático durante os 90 minutos, dependendo do momento do jogo.

Com a previsão do Campeonato Brasileiro iniciar em 9 de agosto, o Vasco vai ter mais de um mês para aprimorar as partes física, técnica e tática, como deseja Ramon. É claro que a exigência a partir dali serão maiores – o clube também disputa a Copa do Brasil e a Copa Sul-Americana. Mas, se mantiver o viés de alta, as perspectivas podem ser positivas.

Fonte: Esporte News Mundo