Vasco Delas fala sobre o combate das violações de direitos das mulheres

30/03/2019 às 14h57 - TORCIDA

O Vasco da Gama viveu mais um marco na sua história de lutas e conquistas sociais, neste sábado (30/03), tendo a Sede Náutica da Lagoa como palco. Foi realizada a segunda edição do evento Vasco Delas, desta vez abordando o combate a todas as violações de direitos das mulheres. A programação foi composta por debates fundamentais para o fortalecimento da figura feminina em todos os cenários. As palavras iniciais sobre a importância do evento foram dadas pelo Vice-Presidente social Marcos Macêdo:

Foto: Rafael Ribeiro/Vasco.com.brSonia Andrade acompanha um depoimento durante o evento
Sonia Andrade acompanha um depoimento durante o evento

- É com enorme carinho que recebemos todas as mulheres e homens para este importante encontro, onde discutiremos o tema "Violência contra as mulheres". É uma honra participar do segundo Vasco Delas. Precisamos encarar essa situação com coragem e determinação. O Vasco da Gama, com seu DNA social e mais uma vez exercendo seu pioneirismo característico dá a sociedade brasileira mais uma resposta histórica. Esta foi a segunda, iniciada pelo Presidente Alexandre Campello ao convidar a primeira mulher como 2ª Vice-Presidente Geral da chapa vencedora na última eleição, Sonia Andrade. O Vasco Delas é um marco na história do nosso clube. 

O evento foi dirigido e idealizado pela vice-presidente Sonia Andrade, recebeu representantes de todos os poderes do clube, o ex-presidente Roberto Dinamite, a equipe de remo, e as convidadas para a mesa de debate: a jornalista e publicitária Vanessa Riche, a delegada de Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro, Juliana Emerique de Amorim Coutinho, além da jornalista, escritora e deputada federal Joice Hasselmann.

A 2ª Vice-Presidente Geral do Club, Sonia Andrade, voltou a reforçar a importância da realização de mais uma edição do Vasco Delas na luta das mulheres no esporte. 

- O primeiro ponto a se destacar é que o evento continua sendo pioneiro. O segundo ponto é que o Vasco é um time que não tem barreiras, que senta para discutir o social e tentar construir uma sociedade melhor. A partir de agora temos que viabilizar outros eventos, conversar muito com os meninos para que a gente possa realizar grandes transformações na sociedade do Brasil - disse Sonia.

Fonte: Site oficial do Vasco