Vasco deve dois meses de aluguel do CT e pode retorna a treinar em SJ

05/01/2019 às 08h05 - CLUBE

A dificuldade do Vasco em gerar receita a curto prazo não afeta apenas o pagamento da conta de água e do salário dos funcionários. O aluguel do centro de treinamento do futebol profissional está atrasado em dois meses e as cobranças para o pagamento da dívida crescem. 

O credor é o representante de jogadores Evandro Ferreira. Ele é proprietário do centro de treinamento que o clube alugou em fevereiro para o futebol profissional. A dívida no aluguel pode chegar a três meses na quinta-feira, o que ameaça a própria a continuidade do contrato. 

As partes conversam para equacionar a questão e o clube promete normalizar o pagamento em breve. Para isso, conta com os R$ 18 milhões que ainda tem a receber do empréstimo de R$ 38 milhões que conseguiu ano passado. 

Caso não consiga quitar a dívida, o Vasco pode ser obrigado a deixar o local e voltar a treinar em São Januário. Os jogadores preferem o trabalho no CT das Vargens, mais próximo da Barra da Tijuca e do Recreio, onde a maior parte mora. 

Fonte: O Globo Online