Clube

Vasco é condenado e terá que pagar valor milionário a Marcelo Mattos

O Vasco sofreu uma grande derrota na Justiça nesta quarta-feira. Por decisão da juíza Adriana Maia de Lima, da 31ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro do Tribunal Regional do Trabalho da Primeira Região (TRT-1), o Cruz-Maltino terá que pagar uma dívida de R$ 5.271.076,68 a Marcelo Mattos, ex-jogador do clube. Neste valor estão incluídas indenizações por danos morais e estéticos. O Esporte News Mundo teve acesso a detalhes do caso, que cabe recurso.

A ação judicial corria desde 2021, quando o ENM antecipou o caso. Inicialmente, a cobrança de Marcelo Mattos contra o Vasco era no montante de R$ 7.984.015,42. Entretanto, pouco menos de R$ 3 milhões em pedidos não foram aceitos pela magistrada na decisão, depois de análise das provas produzidas no processo ao longo dos últimos anos.

Os principais pedidos de Marcelo Mattos foram relacionados aos problemas médicos que sofreu nos anos que esteve em São Januário, com a grave lesão no joelho. Foi no ano de 2016 que o atleta sofreu a primeira lesão no joelho direito. Depois disso, foram cinco cirurgias para corrigir problemas na região. Voltou a treinar somente em 2019, fez um jogo, mas depois o contrato chegou ao fim.

Ao aceitar os pedidos de condenar o Vasco a pagar dano moral e dano estético a Marcelo Mattos, a juíza afirmou que o clube “agiu com absoluta negligência ao submeter o autor ao tratamento cirúrgico precoce e ainda compeli-lo ao retorno aos gramados em menos de quatro meses após a intervenção médica no joelho”. E completou:

“Assim, resta comprovada a culpa e a efetiva violação ao patrimônio imaterial do autor, cuja lesão viola direitos personalíssimos e que repercute em sua esfera íntima. Aliás, restou comprovada tecnicamente até mesmo a existência de nexo concausal entre as lesões e complicações sofridas pelo autor, com as patologias desenvolvidas, como a depressão e o vitiligo, além da presença dos danos estéticos”.

A condenação ficou nos seguintes pontos:

• Diferenças salariais pleiteadas, em razão da redução salarial imposta pela Ré a partir de 02/01/2019.

• Indenização substitutiva pela estabilidade provisória entre 26/04/2019 a 30/05/2019.

• Recolhimento das competências faltantes para o FGTS, a contar do mês de março de 2017 até janeiro de 2018; março de 2018; de maio a dezembro de 2018; e todas de 2019.

• Indenização por danos morais, no importe de R$ 400.000,00; 

• Indenização por danos estéticos, no importe de R$ 240.000,00;

• Indenização por lucros cessantes, no importe de R$ 2.700.000,00.

• Honorários advocatícios e impostos.

Marcelo Mattos disputou 36 jogos com a camisa do Vasco – 35 foram no ano de 2016 e apenas um depois disso. No período, ele marcou somente dois gols pelo clube de São Januário.

A reportagem do ENM não conseguiu contato com os envolvidos até o momento desta publicação.

Fonte: Esporte News Mundo
  • Sábado, 24/02/2024 às 17h30
    Vasco Vasco 2
    Volta Redonda Volta Redonda 1
    Campeonato Carioca Kleber Andrade
  • Terça-feira, 27/02/2024 às 21h30
    Vasco Vasco
    Marcílio Dias Marcílio Dias
    Copa do Brasil Dr. Hercílio Luz