Vasco e fornecedora de alimentos cancelam serviços por causa de valores

30/05/2018 às 21h27 - CLUBE

Vasco e a empresa que vinha fazendo o fornecimento de alimento para funcionários e jogadores do clube entraram em divergência e interromperam o serviço na última segunda-feira. O Cruz-Maltino e o Espetto Carioca trabalharam juntos por três meses.

De acordo com o Espetto Carioca, o Vasco não pagou o que tinha sido combinado no início do acordo - a dívida, segundo cálculo da fornecedora de alimentos, é de R$ 1 milhão - e, por isso, o serviço foi interrompido na última segunda. O Cruz-Maltino, porém, alega que não ficou satisfeito com o trabalho da empresa e que há um entendimento diferente entre as partes em relação ao valor em aberto.

O Vasco garante, inclusive, que pagará ao Espetto Carioca quanto houver um acordo em relação ao que está pendente.

Enquanto não fecha com outra empresa, o Vasco volta a contar com os serviços do restaurante terceirizado fixo de São Januário para fornecimento de alimento para os jogadores e demais profissionais do clube.

Fonte: Globoesporte.com

Enquete

Você é favorável ao retorno de Antônio Lopes no cargo de dirigente?

Deixe seu comentario