Futebol

Vasco e mais cinco ainda não responderam sobre paralisação do Brasileiro

O Campeonato Brasileiro será ou não paralisado por conta da tragédia climática que assola o Rio Grande do Sul? Após a confirmação do adiamento dos jogos de Grêmio, Internacional e Juventude pela 6ª rodada, a possibilidade ganhou força nos bastidores e tem sido cada vez mais discutida.

A ESPN procurou os 20 clubes que disputam a primeira divisão para ouvir o que cada agremiação pensa sobre o assunto. Não houve unanimidade, mas a maioria se mostrou disposta a interromper o calendário nacional enquanto a situação no estado gaúcho não seja resolvida.

Das 11 respostas recebidas pela ESPN, Atlético-MG, Botafogo, Criciúma, Cuiabá e Fortaleza, além de Grêmio, Inter e Juventude, estão dispostos a adiar os jogos por tempo indeterminado.

O Cruzeiro vai se posicionar em conjunto com outros clubes da Liga Forte Futebol, enquanto o Red Bull Bragantino ainda aguarda definições por parte da CBF.

O Vitória, por sua vez, não vai se manifestar sobre o tema no momento. Já o São Paulo informou que está fazendo uma campanha de arrecadação de alimentos, mantimentos e itens de higiene no portão 5 do Morumbis, mas não se manifestou sobre a possível paralisação.

Dois clubes se mostraram contrários à ideia: Athletico-PR, pela impossibilidade de arrumar datas, e Atlético-GO, que sugere um plano diferente para que o Brasileirão não seja interrompido.

Bahia, Corinthians, Flamengo, Fluminense, Palmeiras e Vasco não responderam à ESPN até a publicação da reportagem. Quando e se houver posicionamento, o texto será atualizado.

Veja a posição dos clubes do Brasileirão:

ATHLETICO-PR

"Impossível. Além de prejudicar a todos os clubes, não temos datas disponíveis" (Mario Celso Petraglia, presidente)

ATLÉTICO-GO

"Acho que é uma catástrofe, algo muito sério. Então, a CBF deveria disponibilizar a Granja Comary para Grêmio e Inter. O Juventude não está tendo problema, então tem treinado. É uma catástrofe, mas penso que, em cima de um problema, não podemos criar outro. Para depois ter jogo em cima do outro igual na época da COVID. Tem soluções para continuar ajudando a resolver o problema com o campeonato em andamento" (Adson Batista, presidente)

ATLÉTICO-MG

"O Galo é um clube do bem e solidário, portanto prestamos a nossa solidariedade aos clubes do Rio Grande do Sul. Se a vontade deles é de pararmos o campeonato, estamos com eles. Neste momento não é hora de pensar só no próprio umbigo, temos que pensar no bem de todos" (Sérgio Coelho, presidente)

BOTAFOGO

"Ninguém da CBF nos procurou, mas tem total apoio da minha pessoa. Tenho família e amigos lá, onde morei dois anos. Tudo é muito triste e inacreditável" (Alessandro Brito, head scout)

CRICIÚMA

"Diante da realidade que estamos vivendo, seria coerente suspender a competição" (Vilmar Guedes, presidente)

CRUZEIRO

Posicionamento será em conjunto com outros clubes da Liga Forte Futebol

CUIABÁ

"Acho que merece ser estudado. Os clubes do Rio Grande do Sul estão com muitos problemas" (Cristiano Dresch, presidente)

FORTALEZA

"Somos sensíveis ao que está ocorrendo, inclusive fazendo campanha de ajuda e doações. Acho que o lado humano está sempre acima, então deve se analisar bem se tem condições dos clubes gaúchos jogarem e performarem de maneira justa" (Marcelo Paz, CEO da SAF)

GRÊMIO

"Não temos nem como pensar em futebol agora. Imagine como ficaria um integrante da comissão técnica cuja casa foi inundada. Ele iria para outro Estado tranquilo para trabalhar?" (Eurico Meira, assessor da presidência)

INTERNACIONAL

"Estamos conversando. O pedido inicial foi adiamento dos nossos jogos, mas pelo que está acontecendo e da forma como as coisas estão, isso será insuficiente" (Alessandro Barcelos, presidente)

JUVENTUDE

"A gente está conversando sobre isso. Fizemos um ofício pedindo para, pelo menos, pausarem nossos jogos. Mas aí vai ficar acumulando... Melhor parar o campeonato" (Fábio Pizzamiglio, presidente)

RED BULL BRAGANTINO

"O clube está aguardando um posicionamento da CBF" (Assessoria de imprensa)

SÃO PAULO

O clube informou que está fazendo uma campanha de arrecadação de alimentos, mantimentos e itens de higiene no portão 5 do Morumbis, mas não se manifestou sobre a possível paralisação

VITÓRIA

Clube não vai se manifestar oficialmente

Fonte: ESPN
  • Terça-feira, 21/05/2024 às 21h30
    Vasco Vasco 3
    Fortaleza Fortaleza 3
    Copa do Brasil São Januário
  • Domingo, 02/06/2024 às 16h00
    Vasco Vasco
    Flamengo Flamengo
    Campeonato Brasileiro - Série A Maracanã
  • Quinta-feira, 13/06/2024 às 21h30
    Vasco Vasco
    Palmeiras Palmeiras
    Campeonato Brasileiro - Série A Arena Barueri
  • Domingo, 16/06/2024 às 18h30
    Vasco Vasco
    Cruzeiro Cruzeiro
    Campeonato Brasileiro - Série A São Januário
  • A definir
    Vasco Vasco
    São Paulo São Paulo
    Campeonato Brasileiro - Série A A definir