Vasco encerrou o ano de 2019 no "vermelho"; Negociações fizeram falta

03/05/2020 às 14h13 - CLUBE

O Vasco fechou 2019 no vermelho. Segundo o demonstrativo financeiro referente ao último ano, o clube gastou R$ 5 milhões a mais do que arrecadou. As receitas caíram na comparação com 2018 e, na comparação com rivais, ficaram abaixo até mesmo das do Athletico-PR e a um abismo de distância do Flamengo.

O faturamento cruz-maltino foi de R$ 204,3 milhões, sendo que R$ 171,8 milhões foram as receitas do futebol. Como comparação, o Athletico registrou R$ 390,1 milhões no quesito em 2019, enquanto o Flamengo teve a receita recorde de R$ 914 milhões, R$ 899,7 milhões só com o futebol, mais de cinco vezes acima do Vasco.
 

A maior fonte de arrecadação do Vasco veio com os direitos de transmissão, que colocaram R$ 97 milhões nos cofres do clube, segundo o balanço. Premiações contribuíram com R$ 21,5 milhões; bilheteria, R$ 16 milhões; e marketing, R$ 15,7 milhões.

Uma receita de que o Vasco sentiu falta no último ano foi a negociação de jogadores. Em 2018, as vendas somaram R$ 86,2 milhões, enquanto, em 2019, apenas R$ 10,7 milhões, quase tudo fruto de Evander, que hoje atua no Midtjylland, da Dinamarca.
 

No caso do Flamengo, por exemplo, somente as receitas provenientes de vendas de atletas, R$ 294,5 milhões em 2019, superam o total arrecadado pelo Vasco.

Também chama atenção o Vasco ter sido superado em receitas pelo Athletico, que fechou 2019 arrecadando R$ 390,1 milhões. As cifras foram impulsionadas por R$ 133 milhões em vendas de jogadores e R$ 84,8 milhões com premiações.

Fonte: ESPN