Vasco estuda ação contra decisão do Governo e quer clássicos em SJ

06/04/2019 às 08h14 - CLUBE

O Vasco estuda a melhor forma de intervir na decisão do Governo do Estado do Rio de Janeiro de entregar o Maracanã, provisóriamente, para Flamengo e Fluminense. A atitude já tinha sido criticada pelo presidente Alexandre Campello, na última quinta-feira.

Como afirmou em coletiva, Alexandre Campello não descarta entrar na justiça. Porém, antes disso, quer ouvir o Botafogo e a Federação de Futebol do Rio de Janeiro. O presidente havia sugerido uma gestão em conjunto entre os clubes, já que considera o Maracanã um estádio de todos.

- Nos preocupa muito, o Vasco não concorda com esse tipo de cessão de direitos. O Vasco não irá aceitar esse tipo de direcionamento. O Maracanã é um patrimônio do povo, foi construído com dinheiro da sociedade e não pode ser usado de maneira exclusiva por um dos clubes. Vamos buscar os nossos direitos, na Justiça ou em outro lugar.

Mesmo sem contrato, Campello havia se aproximado do Consórcio nos últimos meses, tanto que já tinha conversas adiantadas para mandar 10 jogos do Campeonato Brasileiro no Maracanã. O Vasco sabe que o estádio é muito importante financeiramente, principalmente em jogos com grande apelo e com possibilidade de vender mais ingressos do que em São Januário.

Clássicos cariocas do Brasileiro em São Januário

A ideia de mandar seus clássico em São Januário no Campeonato Brasileiro ganhou ainda mais força após a decisão do Governo. Sendo assim, o Vasco não abrirá mão de jogar em casa contra Flamengo e Fluminense. Ou até vender os jogos para outra cidade.

Para usar o Maracanã, Botafogo e Vasco pagarão aluguel de R$ 90 mil a Flamengo e Fluminense

O clube não voltou a se manifestar, mas, na tarde desta sexta, publicou em suas redes sociais um vídeo com imagens de grandes conquistas no Maracanã com a frase #"O Maracanã é de todos".

Domingo, às 16h, o Vasco volta a jogar no Maracanã desta vez pela semifinal do Campeonato Carioca, contra o Bangu. O empate é do adversário.

Fonte: GloboEsporte.com