Vasco não quer repetir erro de rebaixamento em 2013

30/04/2019 às 08h08 - FUTEBOL

Ainda está fresca na memória dos vascaínos a campanha do segundo rebaixamento para a Série B, quando Alessandro, Diogo Silva e Michel Alves se revezaram no gol, acumularam falhas em jogos capitais e tiveram cota de participação na tragédia de 2013. Por isso, a diretoria não perdeu tempo com a lesão do goleiro Fernando Miguel e contratou Sidão, ex-Botafogo e ex-São Paulo, para ser seu reserva.

O goleiro de 36 anos chegou ao Rio ontem e já iniciou os treinos no CT do Almirante, em Vargem Grande. Ele será emprestado pelo Goiás até dezembro. Do Alvinegro, Sidão saiu por cima: aproveitou o espaço criado pela lesão de Jefferson e foi destaque. Ao Morumbi, porém, deu adeus sem deixar saudade.

Seus números nas últimas três edições do Brasileiro mostram oscilação com uma queda brusca de rendimento em 2018. De acordo com o site “Footstats”, ele foi o nono goleiro com melhor média de defesas difíceis em 2016, subiu para a quarta colocação no ano seguinte e depois caiu para a 21ª posição em 2018.

Em São Januário, a diretoria trabalha para regularizá-lo a tempo de colocá-lo em campo na partida de amanhã, contra o Atlético-MG, em São Januário. Entretanto, o prazo é curto e, caso não consiga, Alexander, de 19 anos, seguirá como titular.

Dono da posição, com boa temporada até o momento pelo Vasco, Fernando Miguel ainda está no início da recuperação da lesão na panturrilha direita. Não há previsão de quando retornará às atividades com bola. Gabriel Félix, outra opção do elenco, também enfrenta problemas médicos. Sem eles, Sidão é o escolhido para conter o momento de instabilidade do time na temporada — nas últimas quatro partidas, foram três derrotas e uma vitória, com dez gols sofridos.

Fonte: Extra