Vasco perde para o Corinthians na estréia da Sul-Americana: 1 a 0

06/09/2006 às 23h58 - FUTEBOL

O Corinthians começou bem a Copa Sul-Americana. Com um gol de Gustavo Nery, aos quatro minutos da etapa final, o Timão derrotou o Vasco por 1 x 0, nesta quarta-feira, em São Januário, e abriu vantagem sobre os cruzmaltinos. Com o resultado, bastará um empate na partida de volta para o time do Parque São Jorge se classificar às oitavas-de-final.

As equipes voltam a se enfrentar pela competição continental dentro de uma semana, dia 13, às 22 horas, no Pacaembu. Quem sobreviver após o duelo pegará o vencedor entre os argentinos Vélez Sarsfield e Lanús, este que venceu o primeiro confronto por 2 x 0.

Mesmo atuando fora de casa, foi o Corinthians quem começou melhor, com Carlos Alberto mostrando disposição e bom futebol, principalmente quando caía pelos lados do campo.

A equipe carioca, por sua vez, atuava sem Jean, ainda sentindo dor nas costas. O atacante estava na suplência e a equipe começou armada no sistema 4-5-1, com Faioli isolado na frente

Aos 11 minutos, surgiu o primeiro lance mais agudo na partida, quando Carlos Alberto arriscou de fora da área e Cássio soltou para escanteio, em lance dificultado por causa da bola molhada, em função da chuva que caía no Rio de Janeiro.

Apesar do empenho dos adversários, eram poucas as jogadas ofensivas, com as defesas nitidamente levando vantagem sobre os ataques.

Aos 27, porém, o Timão quase abriu o placar. Carlos Alberto recebeu na área, driblou um contrário e tocou no canto direito, mas a bola caprichosamente bateu na trave, com o goleiro cruzmaltino completamente batido.

O Vasco só deu seu primeiro arremate aos 36 minutos, porém o chute de Claudemir foi por cima da meta defendida por Marcelo, que não ainda tivera trabalho.

Nos minutos finais do primeiro tempo, no entanto, o time vascaíno cresceu e chegou com força em duas oportunidades: a primeira aos 41, quando Abedi disputou com o goleiro do Timão, mas acabou perdendo o ângulo; e aos 46, com Faioli invadindo pela direita e disparando sobre o gol corintiano.

Para a etapa final, o técnico do Vasco, Renato Gaúcho, trocou o zagueiro Jorge Luiz pelo armador Madson. Assim, Morais passou a atuar mais adiantado, fazendo companhia a Faioli no ataque cruzmaltino.

Já Leão preferiu não fazer alterações em sua equipe, e não se arrependeu. Logo aos quatro minutos, Gustavo Nery tirou Claudemir da jogada e disparou de canhota, da entrada da área, e acertou o ângulo direito de Cássio, que nada pôde fazer: Corinthians 1 x 0.

Animados, os paulistas quase ampliaram aos 11, com o mesmo Gustavo Nery, que recebeu após uma cobrança de falta e chutou forte, muito perto do travessão cruzmaltino.

Em busca da igualdade, o Vasco foi à frente. Aos 21, Faioli recebeu na meia-lua e finalizou, mas o disparo saiu rente ao poste esquerdo de Marcelo. Dois minutos depois, foi a vez de Morais tentar de fora da área, porém a bola bateu no corintiano Betão e foi para escanteio, com perigo.

Aos 27 minutos, o Corinthians respondeu com três ataques incríveis. Na primeira oportunidade, Roger invadiu pela direita e obrigou Cássio a praticar grande defesa. Na seqüência, Rafael Moura acertou a trave esquerda e, logo depois, foi a vez de Renato, de cabeça, carimbar o travessão.

Os corintianos, porém, reclamaram com razão deste último lance, pois a bola quicou dentro do gol, mas a arbitragem mandou a jogada seguir.

Sem ter nada com isso, o Vasco respondeu aos 30, com Paulão cabeceando rente ao travessão. No minuto seguinte, Madson colocou no canto direito, mas Marcelo se esticou para salvar a escanteio.

O time carioca seguia no ataque, em sua luta para empatar o duelo. Aos 43, Madson arrematou rasteiro, mas Marcelo fez grande defesa. Aos 45, Fábio Braz testou e, novamente, o goleiro do Corinthians espalmou, garantindo a vitória para o Timão.


VASCO 0 x 1 CORINTHIANS

Vasco
Cássio; Fábio Braz, Paulão e Jorge Luiz (Madson); Claudemir (Jean), Ygor, Andrade, Abedi (Fábio Júnior), Morais e Diego; Faioli.
Técnico: Renato Gaúcho

Corinthians
Marcelo; Eduardo, Betão, Marinho e Gustavo Nery; Rafael Fefo (Paulo Almeida), Marcelo Mattos, Rosinei (Renato) e Roger; Carlos Alberto (Marcus Vinícius) e Rafael Moura.
Técnico: Leão

Data: 6/9/2006 (quarta-feira)
Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Alício Pena Júnior (Fifa/MG)
Assistentes: Marco Antônio Gomes (MG) e Erick Bandeiras (MG)
Cartões amarelos: Abedi, Paulão, Madson (Vasco); Carlos Alberto, Rafael Moura, Gustavo Nery, Marcelo Matos (Corinthians)
Gol: Gustavo Nery, aos 4min, do segundo tempo.

Fonte: SUPERVASCO.COM