Vasco reencontrará pela 1ª vez Nenê e Anderson Martins após saída

22/11/2018 às 08h08 - FUTEBOL

Quando entrar em campo para defender o São Paulo contra o Vasco nesta quinta-feira (22), às 20h, Nenê vai sentir uma emoção diferente. Pela primeira vez, o meia volta a jogar em São Januário após deixar o time carioca. Além de tentar ajudar o Tricolor paulista a terminar o Campeonato Brasileiro na quarta colocação para garantir uma vaga na fase de grupos da Copa Libertadores, o camisa 10 tem como missão recuperar a confiança da torcida.

Coincidentemente, o meia viveu situação semelhante quando atuou pelo time do Rio de Janeiro. Contratado em agosto de 2015, Nenê não precisou de muito tempo para cair nas graças da torcida do Cruz-maltino, então assombrada pela possibilidade de novo rebaixamento no Brasileirão, o que acabou acontecendo no fim do ano.

Depois de ser considerado um dos melhores jogadores do elenco e receber até o status de ídolo do time de Cristóvão Borges, ele entrou em rota de colisão com o técnico Milton Mendes, em maio do ano passado, e perdeu espaço. Depois, voltou a ter chances na equipe sob o comando de Zé Ricardo até ser negociado com o São Paulo no início de 2018. Por isso, não é de se estranhar que ele divida opiniões também em São Januário.

No Morumbi, a trajetória também foi marcada pelos altos e baixos. O brilho sob o comando de Diego Aguirre, a partir de março, contrasta com o momento atual. Com o tempo, ele passou a mostrar insatisfação com o banco de reservas e chegou a ser apontado por alguns torcedores como pivô da demissão do uruguaio. Neste período de "crise" no São Paulo, alguns vascaínos até tentaram fazer uma campanha para pedir o retorno do veterano. 

Agora, sob a tutela de André Jardine, ele voltou a ser titular do time são-paulino. Nesta quinta, o veterano, de 37 anos, passou a ter ainda mais importância para o Tricolor paulista. Artilheiro do clube nesta temporada com 16 gols, Diego Souza está fora do confronto por causa de dores no joelho direito e será substituído por Tréllez. Assim, Nenê, que balançou as redes 12 vezes pelo time do Morumbi, passou a ser a principal esperança do ataque.

Anderson Martins

O jogo desta quinta marca o reencontro de outro ex-vascaíno com São Januário: Anderson Martins, que tem duas passagens pelo clube carioca - uma em 2011 e outra em 2017. O zagueiro, que era tratado como ídolo pelos cruzmaltinos, rescindiu o seu contrato no fim do ano passado para acertar com o São Paulo por estar insatisfeito com os salários atrasados.

A decisão do zagueiro provocou muitas críticas em São Januário. Nesta quinta-feira, mesmo com a ausência do suspenso Bruno Alves - que recebeu o terceiro cartão amarelo -, o defensor deve ficar no banco de reservas para a entrada de Rodrigo Caio. No primeiro turno do Brasileirão, Anderson Martins não havia jogado para cumprir suspensão, em jogo que terminou 2 a 1 para o São Paulo. 

FICHA TÉCNICA
VASCO DA GAMA x SÃO PAULO

Data: 22 de novembro de 2018
Horário: 20h (Brasília)
Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Auxiliares: Rafael da Silva Alves (RS) e Cleriston Clay Barretos Rios (SE)

Vasco: Fernando Miguel (Martín Silva); Luiz Gustavo, Leandro Castán, Werley e Henrique; Desábato, Andrey, Thiago Galhardo, Pikachu e Maxi López (Kelvin); Andrés Rios. Técnico: Fernando Miranda.

São Paulo: Jean; Bruno Peres, Rodrigo Caio, Arboleda e Reinaldo; Hudson, Jucilei e Nenê; Helinho, Tréllez e Everton. Técnico: André Jardine.

Foto: Paulo Fernandes/Vasco Nenê
Nenê

Fonte: GloboEsporte.com

Especulação

Especulado

Você aprova a contratação de Bruno César?

Especulações Mercado