Futebol

Vasco reforça interesse em participar da gestão do Maracanã

Às vésperas da semifinal do Campeonato Carioca - com jogo de ida contra o Flamengo às 21h10, no Maracanã, nesta segunda-feira -, o Vasco busca respostas do Governo do Estado do Rio de Janeiro sobre a atual cessão temporária à dupla Fla-Flu do estádio que será palco da partida desta noite. O clube de São Januário enviou notificação à Secretaria de Casa Civil e também ao Ministério Público e ao Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro.

O objetivo é ter informações sobre o processo de licitação, suspenso em outubro do ano passado às vésperas da entrega de propostas para a concorrência. O TCE contestava alguns pontos do edital e cobrava estudos de viabilidade do equipamento público.

Um novo texto já prevê algumas alterações, como mostrou o ge em reportagem recente, mas o clube de São Januário teme nova renovação ao Flamengo e ao Fluminense. Seria a sétima renovação consecutiva, desde que o Estado anulou a concessão em 2019.

O Vasco estipulou 10 dias para a resposta do Governo como última cartada antes de entrar na Justiça para buscar o direito de participar da gestão do Maracanã, mesmo que seja nos atuais termos. De maneira provisória, através do Termo de Permissão de Uso (TPU). Os vascaínos sugerem que caso o Estado não abra para proposta temporária do clube, em contraponto à atual condição a Fla e Flu, o controle do estádio deva retornar para a administração da SUDERJ.

Em resposta ao ge, a Casa Civil não fala em prazo de retomada do processo de licitação. Lembra que "o governo prestou as informações necessárias e aguarda novo posicionamento do Tribunal de Contas do Estado (TCE). O Termo de Permissão de Uso (TPU) do Complexo possui validade até o final de abril. A TPU poderá ser interrompida até o desfecho ou encerramento do processo de concessão, que se encontra sob análise do TCE."

Gestão anterior dispensou Maracanã

Flamengo e Fluminense seguem juntos para a concorrência do Maracanã e vão participar do futuro processo de licitação. Na gestão anterior à de Jorge Salgado, do presidente Alexandre Campello, o Vasco não manifestou interesse em participar da gestão do estádio. Mas tenta de todas as maneiras entrar no Maracanã e buscou contatos com os dois rivais.

A proposta da diretoria vascaína - que nomeou o consórcio que vai ter a WTorre, administradora da arena do Palmeiras, como "Maracanã para todos" - tinha o seguinte formato:

  • 35 jogos para o Flamengo
  • 20 para o Fluminense
  • 15 para o Vasco

Mas não houve acordo. Os investidores do Vasco - a 777 Partners - consideram crucial a entrada do clube para a gestão do Maracanã. Os estudos de viabilidade apresentados pelo governo mostram que, fora a bilheteria - sempre de poder aos clubes -, o estádio tem potencial de receita de R$ 40 milhões por ano. Nos cálculos da atual gestão do Vasco, a arrecadação de bilheteria em São Januário faz o clube sair muito atrás dos seus rivais - em todo o ano de 2022, o Vasco não chegou a R$ 20 milhões com venda de ingressos e receitas em partidas. Contra cerca de R$ 150 milhões do Flamengo.

O Termo de Permissão de Uso tem o Flamengo como permissionário e o Fluminense como interveniente anuente. O vínculo atual se encerra no fim de abril. Em análise realizada em 2021, a comissão de auditoria do tribunal considerou que houve violação do dever de licitar decorrente do que classificou como "situação emergencial fabricada" por falha de planejamento do governo estadual.

O TCE considera a atual permissão sem processo licitatório "instrumento precário que não garante a forma otimizada de exploração do equipamento esportivo e entrave à realização" de investimentos à manutenção. No dia 7 de dezembro do ano passado, comissão do TCE avaliou que o Governo deveria se abster de celebrar novos contratos de permissão de uso do Maracanã.

O edital suspenso do ano passado foi lançado em 27 de julho, com etapas previstas de audiência pública e esclarecimentos dos interessados até as propostas previstas para 27 de outubro. Na notificação, o Vasco também contesta a medida do ano passado, pois se deu dois dias depois do clube anunciar as parcerias para concorrer na licitação e na véspera da data prevista para o lançamento das propostas de concorrentes.

Fonte: ge
  • Sexta-feira, 31/03/2023 às 19h00
    Vasco Vasco 0
    Athletic Club Athletic Club 2
    Amistoso Nacional São Januário
  • A definir
    Vasco Vasco
    Coritiba Coritiba
    Campeonato Brasileiro - Série A A definir
  • A definir
    Vasco Vasco
    Santos Santos
    Campeonato Brasileiro - Série A A definir
  • A definir
    Vasco Vasco
    Atlético Mineiro Atlético Mineiro
    Campeonato Brasileiro - Série A A definir
  • A definir
    Vasco Vasco
    Palmeiras Palmeiras
    Campeonato Brasileiro - Série A A definir
  • A definir
    Vasco Vasco
    Bahia Bahia
    Campeonato Brasileiro - Série A A definir
  • A definir
    Vasco Vasco
    Fluminense Fluminense
    Campeonato Brasileiro - Série A A definir