Vasco vence o Resende por 3 a 0 e está na final da Taça Guanabara

13/02/2019 às 22h26 - FUTEBOL

O Vasco venceu o Resende por 3 a 0 nesta quarta-feira (13/2), no Maracanã e garantiu vaga na decisão da Taça Guanabara. Os gols foram marcados por Lucas Mineiro, Lucão (contra) e Marrony. O grande final será disputada neste domingo, às 17h, também no Maracanã.

O próximo compromisso do Gigante da Colina será diante do vencedor do clássico entre Flamengo e Fluminense, que será disputado nesta quinta-feira, às 20h30.

O JOGO

A primeira boa chance veio logo aos dois minutos. Marrony fez boa jogada pela esquerda e tentou cruzar em Maxi, a zaga afastou e na volta Thiago Galhardo arriscou, mandando por cima do gol. O Vasco tinha mais a bola e o Resende tentava a saída em velocidade. Aos 12, Lucas Mineiro subiu no terceiro andar, sozinho, e só teve o trabalho de escolher o canto para abrir o placar: VASCO 1 a 0. Aos 19, o time foi trocando passes desde o campo de defesa até o cruzamento de Cáceres, que Marrony cabeceou para defesa do goleiro.

O Cruzmaltino seguiu pressionando e buscando em busca do segundo gol. Aos 33, Cáceres em profundidade na direita e cruzou para área, Yago Pikachu desviou para o gol e ampliou: VASCO 2 a 0.  Aos 44, Maxi López deu lindo lançamento para Cáceres na direita. O lateral foi mais uma vez ao fundo e cruzou para a área. Thiago Galhardo não alcançou e a bola sobrou para Maxi, que bateu forte, mas foi travado. 

Na segunda etapa, o Vasco manteve o ritmo e quase ampliou o placar aos quatro minutos, em jogada de velocidade que Pikachu buscou Maxi, mas a zaga mandou para escanteio. Na cobrança, Danilo Barcelos quase surpreendeu o goleiro ao tentar o gol olímpico. Aos 17, Marrony apertou a saída de bola do goleiro, roubou e mesmo sofrendo pênalti, preferiu a vantagem e empurrou para o gol: VASCO 3 a 0. 

Após o terceiro gol, o Vasco diminuiu o ritmo e tocou a bola, saindo em velocidade nos contra-ataques. O técnico Alberto Valentim atendeu os pedidos da torcida e colocou em campo Lucas Santos, destaque na Copinha, junto com Bruno César. O Cruzmaltino passou a controlar o jogo e deixou o tempo correr. Aos 43, Maxi girou pra cima do zagueiro e soltou a bomba, que o goleiro mandou para escanteio. Nos acréscimos, o camisa 11 tentou de novo, mas parou novamente em boa defesa do goleiro.
 

Fonte: Site oficial do Vasco