Vasco visita o Criciúma com fome de gols

12/04/2006 às 07h47 - FUTEBOL

Ataque mais positivo da Copa do Brasil-06 (confira na tabela ao lado os números dos 16 clubes que ainda disputam a competição), o Vasco visita o Criciúma hoje à noite, às 21h45, confiante em sua artilharia - 15 gols em quatro partidas -, para manter vivo o sonho de conquistar este título, tão desejado pelo presidente Eurico Miranda.
A goleada (5 a 1) sobre o Iraty-PR, sábado passado, provou que, se ainda enfrenta problemas na defesa, o time do técnico Renato Gaúcho vai muito bem, obrigado, quando o assunto é estufar a rede adversária.

- Fazer um ou dois gols será importante pra caramba, independentemente do resultado.

Temos que saber jogar com o regulamento debaixo do braço, segurando a bola na frente. Assim, o Vasco poderá trazer uma vantagem para o jogo de volta - ensinou Edílson.

O Capetinha, que contra o IratyPR desencantou com a camisa cruzmaltina, tem dado a cada entrevista demonstrações de entusiasmo com o poderio ofensivo da equipe. Edílson vê no quarteto formado por ele, Valdiram, Morais e Ramon, a principal virtude do Vasco neste ano.

- Cada um de nós tem um ponto forte, e um completa o outro. Valdiram e Morais são jovens, enquanto eu e Ramon somos mais experientes. Essa mescla é importante, e nós temos que saber explorar isso.

E para que o campo apertadinho do Estádio Heriberto Hulse, e o próprio Criciúma, não se tornem obstáculo na caminhada vascaína rumo às quartas-de-final, o técnico Renato Gaúcho, outra vez, implorou para que os jogadores fiquem atentos.

- O Criciúma deve partir para cima, mas nós não vamos ficar encolhidos. Um empate com gol na casa deles é um bom resultado. Só espero o time atento durante 90 minutos para não sermos surpreendidos.

Fonte: Lance