Vasco x Fluminense terá segurança feita por cerca de 300 policiais

31/01/2019 às 19h15 - FUTEBOL

Cerca de 300 policiais militares atuarão na segurança do jogo Vasco x Fluminense, pelo Campeonato Carioca de Futebol, que acontecerá neste sábado (2) às 19 horas no Estádio Nacional de Brasília – Mané Garrincha. O efetivo terá o apoio de tropas especializadas como a Rondas Ostensivas Táticas Móveis (Rotam), o Batalhão de Policiamento de Choque (BPChoque) e o Regimento de Polícia Montada (RPMon). A maior parte dos policiais da segurança pública estará na área externa da arena. 

Dentro do estádio, 265 seguranças privados garantirão a tranquilidade dos torvedores. A equipe também fará o controle de acesso dos torcedores e dos materiais permitidos, conforme prevê o Estatuto do Torcedor. Será proibida a entrada com objetos cortantes, alimentos e hastes de bandeiras. 

As torcidas organizadas serão escoltadas ao estádio e passarão por revista individual, que será feita pela Polícia Militar do DF (PMDF), antes da entrada. Os grupos terão acesso ao estádio por portões exclusivos e ficarão nas arquibancadas superiores, separadas do restante do público. A torcida do Vasco entrará no estádio pelo portão 6 e a do Fluminense, pelo portão 22. 

17h é a hora de abertura dos portões 

Três ambulâncias privadas foram contratadas pela empresa organizadora para caso de emergências. O Corpo de Bombeiros Militar (CBMDF) estará de prontidão para atendimento e destacará unidades de resgate, viaturas de salvamento e de combate a incêndio. 

O efetivo da 5º Delegacia de Polícia Civil, localizado nas proximidades do estádio, será reforçado. As estações do Metrô também terão reforço no policiamento, especialmente a da Rodoviária. 

O Comando de Policiamento de Trânsito (CPTran) da PMDF não fará alterações prévias no trânsito de veículos. O fluxo nas vias S-1 e N-1, em frente ao estádio, pode ser interrompido momentaneamente para a travessia de pedestres. 

Trinta mil torcedores são esperados para assistir a partida. A abertura dos portões será às 17 horas. 

Fonte: Agência Brasília