VascoMed publica nota sobre postura do clube referente ao HD

31/01/2018 às 08h44 - POLÍTICA

Vascomed

💢 NOTA VASCOMED 💢

Ontem, 29 de janeiro de 2018, o Club de Regatas Vasco da Gama publicou no site oficial uma nota sobre a apreensão do HD (Hard Disk) contendo os dados dos sócios do clube. Esclarece, em síntese, que a apreensão do HD pela polícia é uma manobra arbitrária e utilizada para fins políticos pelo candidato derrotado nas eleições, com o objetivo de tumultuar o ambiente democrático e cortês do clube.

O atual Vice-Presidente Jurídico do Vasco da Gama e 2º Secretário do Conselho Deliberativo, Rogério Peres, responsável pelo pedido de suspensão da perícia do HD junto a 12° Câmara Cível do TJRJ, era um dos coordenadores jurídicos da oposição até o dia anterior às eleições da Lagoa.

Neste link, youtu.be/ZpyVUPwTcuc, em entrevista concedida ao programa “A Voz do Vascaíno”, no fim de 2017, o senhor Rogério Peres, à época, integrante da chapa FVL, e, hoje, Vice-Presidente da gestão Campello, afirmou que os grupos jurídicos de oposição estavam trabalhando conjuntamente em três ações que tramitavam na Justiça para que a eleição fosse limpa; que os próprios dados do HD deveriam ser usados como prova “emprestada” no processo que envolvia a urna 7; que era preciso descobrir através do HD as informações que revelavam a adesão em massa de sócios num determinado momento e sua regularidade; que Campello e ele foram os autores do processo relativo à urna 7 e que, por estratégia processual, deixaram que os advogados de Horta assumissem a ação.

Ora, diante de tão clara mudança de postura da atual gestão – ilegítima, vale ressaltar -, surgem algumas perguntas: a quem interessa impedir a perícia do HD? Ignoram que a eleição está sub judice? Não é o Vasco que se fortalece com a identificação da fraude eleitoral, bem como de sua autoria? Talvez, o tom e a semelhança da nota oficial do clube com tantas outras que acostumamos a ler na gestão passada nos respondam tais reflexões.

Não mais nos surpreendem comportamentos contraditórios como os citados. Os membros da VascoMed são testemunhas da maior mancha na história de nosso amado clube, quando, no último dia 19, pela primeira vez em 120 anos de tradição, os conselheiros não atenderam à vontade dos sócios.

A chapa que usurpou a presidência do clube tinha a “transparência” como um dos compromissos de campanha. Firmes, lutaremos para que valores como esses não deixem a pauta do clube!

DIRETORIA E NÚCLEO JURÍDICO DA VASCOMED

Fonte: VascoMed

Enquete

Quem você gostaria que fosse o novo técnico do Vasco?

Deixe seu comentario