Futebol

Veja as características de Jadson, novo reforço do Vasco

1

Zagueiro, que já gozou de grande prestigio no Portimonense, saiu de Portugal após uma temporada bastante irregular

Cria do América-RJ, Jadson defendeu o Bonsucesso no campeonato carioca de 2015, e partiu para o abrasileirado time do Portimonense, fazendo uma bela trajetória ao ajudar o clube a chegar na elite do futebol português, onde, por “tapetão”, se encontra até hoje.

Com opções limitadas no elenco, e com grande deficiência na bola parada ofensiva e defensiva, o Vasco foi ao mercado e contratou o zagueiro de 29 anos, que até pouco tempo atrás, era o capitão incontestável da equipe de Portimão. Ele acabou perdendo a confiança da torcida após uma temporada irregular, que terminou com sua equipe rebaixada dentro de campo, e já não fazia parte do plantel da equipe para a atual temporada.

Mas o que esta contratação tem a acrescentar ao time do Vasco? Quais as caraterísticas do atleta?

Jogo aéreo

A grande caraterística positiva do Jadson é seu jogo aéreo, tanto defensivamente, como ofensivamente, ele acrescenta bastante ao Vasco neste quesito. De acordo com o SofaScore, a média de duelos vencidos por partida pelo atleta na última temporada foi de 6,1, sendo 61% deles em disputas de bolas aéreas, o que evidencia esta sua qualidade.

Confira abaixo seu gol contra o Moreirense na temporada passada:
 

Qualidade de passe

Até mesmo em jogos mais decisivos, é comum ver o Jadson tendo média de acerto de passes superior a 90% por partida, e não são apenas passes de lado, o zagueiro tem habilidade para sair jogando, e mesmo não sendo tão veloz assim, sabe muito bem se comportar em uma defesa de linha alta. Isso é importante para o Vasco, que sofre bastante com a saída de jogo desde o começo do campeonato brasileiro.

Erros na tomada de decisão

Os erros individuais foram a grande cruz do Jadson no seu último ano em Portugal, em que o time todo do Portimonense não foi bem. A média de perda de posse de bola por partida do zagueiro foi de 7,6, o que é um número consideravelmente alto, e bem maior que os aceitáveis 4,6 da temporada 18/19.

Aliás, o zagueiro fez uma ótima temporada em 18/19, e pouco decidiu contra sua equipe, diferentemente da 19/20, onde cometeu 2 pênaltis, 2 erros que resultam em gols dos adversários.

Seu último jogo com a camisa do Portimonense foi justamente um dos piores que fez pelo clube, onde errou 45% dos passes que deu, e cometeu um pênalti, que acabou sendo decisivo para a virada do Rio Ave, conforme pode ser conferido a seguir:

 

Jadson melhora o sistema defensivo do Vasco?

Jadson é uma boa opção de elenco para o Vasco, que passa a ser uma arma interessante na bola parada que o clube não tinha, porém, ele não acrescenta muita coisa em relação ao nível de zagueiros contidos no clube. É bem possível que com uma boa sequência de jogos, e um bom ambiente de trabalho, ele consiga desempenhar bem sua função, e entregue tudo que poderia entregar.

Mas a pergunta que fica é, existe este bom ambiente no Vasco hoje?

Fonte: Planeta Brazuka
  • Quinta-feira, 26/11/2020 às 21h30
    VascoVasco 1
    Defensa y JusticiaDefensa y Justicia 1
    Copa Sul-Americana Estádio Norberto "Tito" Tomaghello
  • Segunda-feira, 30/11/2020 às 18h00
    VascoVasco
    CearáCeará
    Campeonato Brasileiro São Januário
  • Quinta-feira, 03/12/2020 às 21h30
    VascoVasco
    Defensa y JusticiaDefensa y Justicia
    Copa Sul-Americana São Januário
  • Domingo, 06/12/2020 às 16h00
    VascoVasco
    GrêmioGrêmio
    Campeonato Brasileiro Arena do Grêmio
  • Segunda-feira, 14/12/2020 às 20h00
    VascoVasco
    FluminenseFluminense
    Campeonato Brasileiro São Januário