Veja as notas dos vascaínos no duelo contra a Cabofriense

31/01/2020 às 13h16 - FUTEBOL

Cano: fez boas jogadas, conseguiu concluir, mas dessa vez passou em branco. Jogador mais perigoso do time. Nota: 6,5

Talles Magno: foi quem mais buscou jogo no primeiro tempo, mas não teve com quem dialogar por conta da desorganização coletiva do Vasco. No segundo tempo foi recuado para a armação, jogou centralizado e pouco criou. Finalizou muito mal nas chances que teve e perdeu uma chance clara no fim. Nota: 4,5

Marrony: um de seus piores jogos pelo Vasco. Errou quase tudo que tentou, inclusive lances de baixo grau de dificuldade. Foi substituído no segundo tempo. Nota: 3,5

Vinícius: entrou no início do segundo tempo e deu mais vida ao ataque do Vasco. Liso, conseguiu bons dribles e incomodou a zaga da Cabofriense. Fica a ressalva de que se jogou de forma boba duas vezes tentando cavar pênaltis. Nota: 6,5

Juninho: entrou no intervalo e deu um pouco mais de lucidez ao meio de campo. Distribuiu bons passes e deve ter novas chances: Nota: 6,0

Fernando Miguel (GOL): 6,0

Pikachu (LAD): 5,0

Werley (ZAG): 4,5

Leandro Castán (ZAG): 5,5

Henrique (LAE): 5,0

Bruno Gomes (VOL): 5,0

[Juninho (VOL): 6,0]

Raul (VOL): 5,5

Gabriel Pec (MEI): 4,0

[Vinícius (ATA): 6,5]

Talles Magno (ATA): 4,5

Marrony (ATA): 3,5

[Ribamar (ATA): 5,0]

Germán Cano (ATA): 6,5

Fonte: GloboEsporte.com