Veja fotos da mansão de Eurico que pode ser penhorada

10/03/2006 às 18h40 - POLÍTICA

Eurico Miranda tem casa em Angra e lancha penhoradas

As declarações irresponsáveis do presidente do Vasco vão custar muito caro. O dirigente pode perder sua casa em Angra e uma lancha por conta do processo por dano de imagem movido pela Parmalat contra ele. Tudo começou no Campeonato Brasileiro de 1997, quando o então vice de futebol do Vasco, Eurico Miranda, declarou à imprensa que a Parmalat, na época patrocinadora de Palmeiras e Juventude, teria interesse em combinar resultados e influenciar arbitragens em favor das duas equipes.

A sentença também anula a doação da casa e da lancha, que o presidente do Vasco fez em nome dos filhos. Com isso a penhora dos bens pode ser realizada.

Para o presidente do MUV, José Henrique Coelho, a decisão foi acertada, pois puniu o dirigente e não o clube:

\"Mais uma vez somos surpreendidos com notícias desabonadoras envolvendo o nosso Vasco, sempre em razão da falta de preparo e postura do seu Presidente. Desta feita, ao menos parece, que o próprio irá arcar com o ônus das suas declarações irresponsáveis quanto ao Caso Parmalat pagando com sua mansão em Angra e sua Lancha a indenização prevista na sentença. Imagino qual não será a tristeza daqueles amigos mais chegados\", disse.

Apesar de a ação ter sido iniciada em 1998, a decisão ainda não é definitiva (primeira instância). Já que durante o processo houve muitos recursos.

Veja fotos da mansão que pode ser penhorada:



Fonte: Assessoria de Imprensa do MUV