Veja mais alguns tópicos da entrevista coletiva de Ramon Menezes

02/07/2020 às 23h30 - FUTEBOL

Confira mais da coletiva de Ramon

Concentração de gols em Cano

- É um jogador muito importante, que já vem fazendo tudo o que se espera dele, que é colocar a bola para dentro. Se a bola chegar, ele tem essa capacidade. Jogador inteligente, se posiciona muito bem dentro da área, mas vamos ter que trabalhar muito porque a responsabilidade é de todos de fazer os gols. Temos criado muitas oportunidades, vários jogadores tiveram chances de fazer gols nesses dois jogos.

Avaliação de Talles

- Talles vai crescer, a gente espera muito dele. Já mostrou que é capaz, jovem jogador. Vinha de lesão e de longo tempo parado. Estamos seguindo um protocolo porque sabe que ele não está em condições de fazer 90 minutos. No segundo tempo dele, a movimentação foi muito interessante. Ele vai ter que estar muito preparado porque os adversários virão com dobra de marcação, uma marcação muito forte. Vai nos ajudar muito. É um grande jogador. Algumas equipes virão a São Januário para jogar no nosso erro. Vamos ter que trabalhar em cima disso. É uma dificuldade imensa. Lógico que em algum momento você propicia o contra-ataque. Precisamos melhorar muito no sentido do pós-perda, de estarmos próximos. Isso é o tempo, é construção, é a melhor do condicionamento físico e a própria tática. A respeito de contratações, vamos sentar, conversar e ver o que é melhor.

Andrey em alta

- Andrey tem muita qualidade. Hoje ele se tornou uma referência dentro da equipe, embora seja jovem. Uma referência de superação Não vinha jogando no ano passado, terminou o ano com alguns jogadores na frente dele. Nesse ano, fez tudo o que se espera dele. Jogador muito técnico. Quando vê o jogo de frente, é problema para o adversário. Tem tudo para evoluir. Jogador jovem, com muito potencial e muita qualidade.

Ponto positivo e negativo

- Tivemos praticamente três semanas envolvendo parte tática e ideia. Ponto positivo foi o entendimento de uma ideia e a mudança de comportamento. Negativo é que precisamos evoluir, melhorar, e isso aí é com o tempo. Tenho muita confiança de que vamos evoluir e melhorar muito. Não dar continuidade no campeonato é ruim pela grandeza do clube, mas infelizmente não conseguimos.

Entrada de Bruno César

- Bruno vem trabalhando muito, teve uma mudança impressionante de comportamento, entendeu muito bem o posicionamento, já vem fazendo o que se espera dele. Vai crescer junto com o grupo. Jogador importante, já teve duas oportunidades de entrar e nos ajudar. Hoje entrou muito bem.

Jogos-treinos?

- Vamos conversar com a diretoria. Lógico que é importante a gente pensar em situação de jogo-treino. Vamos trabalhar muito nesse período. Acho que tudo se resume ao trabalho. Em pouco tempo, já houve mudança de comportamento e a compreensão de uma ideia. Estou muito confiante para a sequência, sei que competições importantes e difíceis estão por vir. Temos o Brasileiro, que é super difícil e importante. A Copa do Brasil, em que já saímos atrás e que vamos ter que fazer grande jogo contra o Goiás. E a Sul-Americana, que se tiver, temos condições de fazer grande competição.

Esperança de volta da torcida

- Não paro de imaginar. Passar essa pandemia, e a torcida do Vasco lotando São Januário e nos empurrando muito. Não paro de imaginar isso.

Jogador x treinador

- Minha fase jogador já passou, estou vivendo esse momento intensamente. Pode ter certeza, torcedor do Vasco, que a entrega é total, praticamente de 24 horas. Vivendo muita coisa aqui dentro e me sinto muito feliz. Agradeço a todos os departamentos. Nessa semana, tivemos a presença efetiva do professor Lopes. Acho que a diretoria e jogadores têm me dado todo o apoio. Temos construído um respeito muito grande em relação ao nosso trabalho. Temos a consciência de que precisamos evoluir, e eles querem isso. O próprio entendimento e a mudança de comportamento. Estou muito feliz.

Lado esquerdo precisa melhorar?

- É uma construção. Temos muito pouco tempo de trabalho e depois é a busca do equilíbrio. No lado esquerdo, o Talles vem de lesão e tem a própria adaptação do Benítez, que vai nos ajudar muito e demonstrar todo seu potencial. Ele já vem crescendo muito. Fixar o Henrique faz parte da ideia, para ele ser praticamente um apoio, mas ele também teve a oportunidade de passar hoje.

Triste pela eliminação

Gostaria muito de fazer a semifinal, seria maravilhoso, sei a importância que tem para o clube. Ao mesmo tempo que fico feliz por duas vitórias e pela mudança de comportamento, fico triste por não ter chegado às finais do Carioca.

Fonte: GloboEsporte.com