Venda de Coutinho pode trazer mais de R$ 15 milhões ao Vasco

10/05/2020 às 11h58 - MERCADO

O meia-atacante Philippe Coutinho está perto de ser protagonista de outra transferência milionária na Europa. De acordo com o jornal “The Mirror”, o brasileiro, está perto de voltar a jogar no futebol inglês na temporada 2020/2021.

Fora dos planos do técnico Quique Setién, do Barcelona, Coutinho, que atualmente está emprestado ao Bayern de Munique, não terá seus direitos econômicos comprados. O clube clube alemão, inclusive, comunicou ao empresário Kia Joorabichian a buscar um novo destino para o jogador.

Segundo a publicação, Philippe Coutinho tem proposta do Newcastle, da Inglaterra, que foi comprado recentemente por Mohammed bin Salman, príncipe herdeiro da Arábia Saudita. O novo milionário da Premier League aposta no brasileiro para ser o grande astro do time de Maurício Pochettino.

A princípio, o Newcastle irá investir 100 milhões de euros (R$ 631 milhões). E quem pode sair ganhando com isso é o Vasco. Dessa forma, o Gigante da Colina tem direito a uma parte do acordo como formador do atleta. Esse dinheiro, inclusive, será muito bem vindo para reforçar os cofres do clube.

Por ter ficado com Coutinho até os 18 anos e 11 meses, o Vasco, antes de mais nada, tem direito a 2,5% de todas as negociações. Por fim, se o negócio entre Newcastle e Barcelona se concretizar, o clube ganhará um aporte de R$ 15,7 milhões.

Por outro lado, esse não seria o primeiro montante recebido por uma transferência de Philippe Coutinho. Primeiramente, o Vasco ganhou R$ 757 mil quando o meia-atacante foi vendido pela Internazionale ao Liverpool, em 2012.

O clube de São Januário, logo depois, arrecadou R$ 15,5 milhões na ida de Coutinho para o Barcelona. Posteriormente, os cofres vascaínos foram abastecidos com R$ 844 mil na transferência do atleta para o Bayern de Munique.

A situação já é inegavelmente de conhecimento da diretoria do Vasco. Desde já, o clube está acompanhando o caso e aguarda a transação se concretizar para logo depois fazer valer o mecanismo de solidariedade da FIFA.

A expectativa pela venda de Coutinho existe desde o começo desta temporada. Afinal, no orçamento de 2020, a diretoria incluiu a possibilidade de receber um aporte financeiro através do mecanismo de solidariedade. A princípio, o dinheiro poderá ser usado para saldar dívidas trabalhistas com o atual elenco.

Entenda como Philippe Coutinho pode beneficiar o Vasco

Compartilhe

Compartilhe

Compartilhe

Compartilhe

Comentários

O meia-atacante Philippe Coutinho está perto de ser protagonista de outra transferência milionária na Europa. De acordo com o jornal “The Mirror”, o brasileiro, está perto de voltar a jogar no futebol inglês na temporada 2020/2021.

Fora dos planos do técnico Quique Setién, do Barcelona, Coutinho, que atualmente está emprestado ao Bayern de Munique, não terá seus direitos econômicos comprados. O clube clube alemão, inclusive, comunicou ao empresário Kia Joorabichian a buscar um novo destino para o jogador.

Conheça o canal do Esporte News Mundo no Twitter. Clique e siga!

Siga o Esporte News Mundo no Instagram.

Segundo a publicação, Philippe Coutinho tem proposta do Newcastle, da Inglaterra, que foi comprado recentemente por Mohammed bin Salman, príncipe herdeiro da Arábia Saudita. O novo milionário da Premier League aposta no brasileiro para ser o grande astro do time de Maurício Pochettino.

A princípio, o Newcastle irá investir 100 milhões de euros (R$ 631 milhões). E quem pode sair ganhando com isso é o Vasco. Dessa forma, o Gigante da Colina tem direito a uma parte do acordo como formador do atleta. Esse dinheiro, inclusive, será muito bem vindo para reforçar os cofres do clube.

Por ter ficado com Coutinho até os 18 anos e 11 meses, o Vasco, antes de mais nada, tem direito a 2,5% de todas as negociações. Por fim, se o negócio entre Newcastle e Barcelona se concretizar, o clube ganhará um aporte de R$ 15,7 milhões.

Por outro lado, esse não seria o primeiro montante recebido por uma transferência de Philippe Coutinho. Primeiramente, o Vasco ganhou R$ 757 mil quando o meia-atacante foi vendido pela Internazionale ao Liverpool, em 2012.

O clube de São Januário, logo depois, arrecadou R$ 15,5 milhões na ida de Coutinho para o Barcelona. Posteriormente, os cofres vascaínos foram abastecidos com R$ 844 mil na transferência do atleta para o Bayern de Munique.

A situação já é inegavelmente de conhecimento da diretoria do Vasco. Desde já, o clube está acompanhando o caso e aguarda a transação se concretizar para logo depois fazer valer o mecanismo de solidariedade da FIFA.

A expectativa pela venda de Coutinho existe desde o começo desta temporada. Afinal, no orçamento de 2020, a diretoria incluiu a possibilidade de receber um aporte financeiro através do mecanismo de solidariedade. A princípio, o dinheiro poderá ser usado para saldar dívidas trabalhistas com o atual elenco.

Entenda como Philippe Coutinho pode beneficiar o Vasco

Philippe Coutinho disputou 43 partidas e marcou cinco gols pelo Vasco (Foto: Divulgação /Vasco)

Philippe Coutinho chegou ao Vasco em 2004. De acordo com a FIFA, para efeitos do mecanismo de solidariedade, a contagem se inicia aos 12 anos. Ele deixou o clube para defender a Internazionale aos 18 anos. Porém, o meia-atacante foi vendido por Eurico Miranda quando tinha apenas 17 anos.

Temporada do 12º aniversário: 0,25% da compensação total
Temporada do 13º aniversário: 0,25% da compensação total
Temporada do 14º aniversário: 0,25% da compensação total
Temporada do 15º aniversário: 0,25% da compensação total
Temporada do 16º aniversário: 0,5% da compensação total
Temporada do 17º aniversário: 0,5% da compensação total
Temporada do 18º aniversário: 0,5% da compensação total
Temporada do 19º aniversário: 0,5% da compensação total
Temporada do 20º aniversário: 0,5% da compensação total
Temporada do 21º aniversário: 0,5% da compensação total
Temporada do 22º aniversário: 0,5% da compensação total
Temporada do 23º aniversário: 0,5% da compensação total

Fonte: Esporte News Mundo