Winck aceita proposta do Vasco e será reintegrado; Bruno César recusa

03/03/2020 às 19h09 - FUTEBOL

Com o elenco enxuto e sem resultados expressivos em 2020, o Vasco tenta a reintegração de dois dos três atletas que afastou no início da temporada. Fez propostas ao lateral-direito Cláudio Winck e ao meia Bruno César. O primeiro aceitou e voltará a treinar com o elenco ainda nesta semana, o outro não.

Também lateral-direito e outro do trio que passou a treinar separadamente a partir da segunda semana de janeiro, Rafael Galhardo ainda não foi procurado.

A proposta para Bruno César foi a seguinte: transferir a dívida referente ao contrato de imagem (em aberto desde setembro) para janeiro de 2021. Trocando em miúdos, o débito só começaria a ser pago no ano que vem. Bruno não gostou e recusou.

Cláudio Winck, por sua vez, chegou a um acordo com o Vasco. Sobrinho de Luís Carlos Winck, bicampeão brasileiro com a camisa cruz-maltina também como lateral-direito, Cláudio, de 25 anos, viveu seu auge no futebol em 2014 sob orientação de Abel Braga. Trabalharam juntos no Internacional.

Fonte: GloboEsporte.com