A análise de LDU 3 x 1 Vasco

26/07/2018 às 08h16 - FUTEBOL

A cena se repetiu diversas vezes no primeiro tempo: Thiago Galhardo ou Giovanni Augusto recebiam na intermediária ofensiva, conseguiam girar sobre o marcador, mas, em seguida, de frente para a defesa rival, não tinham com quem jogar. Não havia um Yago Pikachu pela direita para oferecer o passe em profundidade, não havia opção pela esquerda.

O drama da articulação do Vasco no primeiro tempo exemplificou bem a dificuldade da equipe contra a LDU. Além de todos os efeitos da altitude - e ela com certeza pesou bastante -, o problema cruz-maltino esteve no fato de as peças alternativas não terem funcionado como esperado, o que comprometeu a estratégia.

Jorginho queria que o Vasco segurasse a pressão inicial. Passado isso, a ideia era aproveitar o abafa da LDU para conseguir passes verticais que encontrassem Galhardo e Giovanni entre as linhas de defesa. O Vasco até conseguiu isso, mas lhe faltou a contundência ofensiva que sobrou ao adversário.

A LDU achou o caminho pela esquerda cruz-maltina, onde Ricardo, Henrique, Cosendey e Wagner não se entenderam. Houve erro coletivo no primeiro gol de Anangonó, e vacilo de Ricardo no segundo - os dois nasceram pelo setor.

Com 2 a 0 contra, ficou complicadíssimo. Jorginho acertou no segundo tempo com a entrada de Ríos, mas a melhoria, com direito ao valioso gol de Galhardo, parou à medida que a altitude e a maratona de jogos cobraram o preço. O Vasco cansou, recuou e só lhe restou resistir. Não foi possível.

O Vasco volta ao Rio de Janeiro com algumas questões. A defesa sem Breno perde muito, especialmente pelo alto, e este será um problema a ser controlado, porque o zagueiro não terá condições de jogar sempre.

Entretanto, a grande questão está na parte ofensiva. Os treinadores repetem que a defesa começa no ataque, e isso é verdade. Por isso, Jorginho precisa urgente resolver o quebra-cabeça da linha de frente: como usar Wagner e Giovanni Augusto juntos? Kelvin pode ser a opção imediata a Pikachu? Os três estiveram muito discretos em Quito e tiveram muita dificuldade para ajudar na defesa.

Foto: Vasco Jorginho
Jorginho

Fonte: GloboEsporte.com

Mercado

Confirmado

Você aprova a saída de Fabrício?

Especulações Mercado