Abel Braga elogia os Meninos da Colina

06/03/2020 às 08h20 - FUTEBOL

O técnico Abel Braga analisou a atuação do Vasco na vitória por 1 a 0 sobre o ABC, nesta quinta-feira (5/3), no Maracanã, que classificou o time para a terceira fase da Copa do Brasil. O comandante afirmou que o time merecia um resultado melhor e exaltou a vontade e a luta da equipe durante os 90 minutos, mas também lamentou as oportunidades desperdiçadas. 

- Merecia um resultado melhor, jogamos mais do que contra o Resende. Hoje, alguns jogadores sentiram. Por causa da chuva, o nosso campo no CT tinha muita lama. Então, teve isso. O Guarín sentiu dor no adutor, mas não preocupa. Saiu ainda com um dedo quebrado. O time lutou. No final, passou um sufoco. Como ocorreu lá na Bolívia. Mas isso porque não definiu o jogo, não fez as chances de gol - disse o treinador.

Abel Braga ainda falou sobre a sequência que o time teve e terá pela frente, com jogos importantes em um período curto. O treinador elogiou os Meninos da Colina, que entraram e deram conta do recado, como Bruno Gomes, Juninho, além do atacante Vinícius, que atuou como titular:

- Li que o Vasco não vencia há três jogos. Agora vai ter de inverter: há seis que não perde. Bruno entrou bem, assim como Juninho. Vinicius tem muita personalidade, pega a bola e vai para dentro. Mas tem momentos que tem de tocar, até para respirar. Vamos assim, vamos seguir. Agora vem uma sequência horrível: domingo, quinta. Vamos tentar fazer o melhor. Treinar impossível. Estou rezando para que não chova.

OUTROS TRECHOS DA COLETIVA

Sobre o jogo

Nós não definimos. Se tivéssemos feito as oportunidades que tivemos, teríamos jogado o resto da partida com mais tranquilidade. O ABC não tinha mais responsabilidade. Atacavam com cinco. Então, a gente perdia a bola e esses cinco estavam lá esperando. Na minha visão, faltou isso: converter as chances de gol.

Vinícius

Saiu por cansaço. Mais maduro, mais consciente, mais coletivo. E sem perder a característica dele, que é o 1 para 1. Tem de ser assim. Fiquei contente, é mais uma aposta.

Vaias ao fim do jogo

O momento de dificuldade financeira não afeta. Inclusive, ontem, até porque os jogadores não falam, eu dei entrevista. Achei que deveria. Se fosse, a bola pegava fogo nos pés dos jogadores. Precisamos é melhorar a finalização. O Leomir e o Ramon treinam isso diariamente. Torcedor é soberano. Eu estou feliz pois tento dar o meu máximo ao clube. Hoje tivemos duas homenagens legais, uma ao Castan pelos 400 jogos e demos uma camisa de 150 jogos ao Henrique. Ele voltou a ter uma grande atuação. Ele está mais maduro, soube conviver com o protesto. Hoje foi aplaudido. Torcedor só vaiou após o jogo. Então, é isso.

Goiás

Todo o jogo preocupa. A gente estava preocupado com o ABC, um time muito rápido. O Goiás foi bem no ano passado, mas fica um jogo melhor de jogar. Os caras entraram muito satisfeitos no vestiário.

Fonte: Site oficial do Vasco