Agente comenta situação do Vasco: 'Você não sabe quem entra, quem sai...'

26/12/2017 às 10h44 - FUTEBOL

 "No Vasco está difícil, né (sic)? Você não sabe quem entra, quem sai...". As palavras são de um conhecido empresário da bola, que dimensiona a atual situação do clube de São Januário. Ainda sem saber quem será o próximo presidente, o clube teve o planejamento para 2018 ainda mais afetado com a saída do gerente de futebol Anderson Barros para o rival Botafogo no último dia 23.

O dirigente era o principal responsável por efetuar as negociações e tinha mapeado o mercado em busca de reforços para o Vasco. Sem ele, a função, por ora, passa a ser, única e exclusivamente, do vice de futebol, Eurico Brandão, o Euriquinho, filho do atual presidente, Eurico Miranda.

Na Justiça, a batalha para saber quem será o novo mandatário vascaíno já teve decisões importantes, mas ainda não chegou ao fim. Atualmente, as sentenças estão favoráveis ao candidato de oposição Julio Brant, já que a polêmica urna 7 da eleição, que ficou sob suspeita em função de possíveis irregularidades de sócios, está anulada, o que garante a vitória do opositor no pleito.

Eurico, porém, ainda mantém esperanças de reverter o quadro antes do dia 16 de janeiro, data em que termina seu mandato. Antes disso, o clube segue sofrendo no mercado por conta da falta de segurança transmitida a empresários e jogadores por conta da situação indefinida.

Até o momento, o Vasco realizou somente duas contratações: o atacante Rildo (ex-Coritiba) e o volante argentino Leandro Desábato (ex-Vélez Sarsfield). Ambos ainda com Anderson Barros na função de gerente de futebol.

Nesta semana, o Cruzmaltino deverá finalizar as permanências do zagueiro Breno e do volante Wellington. O atacante Kelvin renovou seu empréstimo por mais um ano.

O volante Jean, emprestado pelo Corinthians, ainda não tem o futuro definido, mas já se sabe que a equipe paulista não irá aproveitá-lo.

O Vasco preferiu não continuar com o lateral direito Gilberto e o jogador se transferiu para o rival Fluminense.

Fonte: UOL Esporte

Enquete

Você é favorável ao retorno de Antônio Lopes no cargo de dirigente?

Deixe seu comentario