Agora torcedor, Bismarck sonha com virada do Vasco em final do Carioca

21/04/2019 às 13h03 - TORCIDA

Para Bismarck, ser campeão carioca de 1988 foi mais do que uma conquista profissional. Foi ser um privilegiado torcedor capaz de criar a jogada do gol do título e levantar o troféu vencendo o maior rival no Maracanã. Um feito que desde então o Vasco busca repetir o feito e vai tentar mais uma vez neste domingo, no segundo jogo da decisão.

A convite do Esporte Espetacular, Bismarck foi a São Januário revisitar a conquista de 31 anos atrás. Desta vez levou o filho Lorenzo, de 9 anos, que foi pela primeira vez à sede do Vasco. Um dos protagonistas do título que teve Cocada como personagem reencontrou o troféu e lembrou histórias, em reportagem que vai ao ar neste domingo.

Apesar da desvantagem pelo fato de o Vasco ter perdido por 2 a 0 na primeira partida da final, Bismarck diz confiar num desfecho positivo, como em 1988.

- Essa história tem que ficar pros jogadores de hoje. Seria bom ver aquele jogo pra se inspirar para a final contra o Flamengo. Eu, como vascaíno, tenho sempre esperança de que o Vasco possa reverter - disse Bismarck.

Fonte: GloboEsporte.com