Agressões, idolatria e polêmicas: Quem é Ricardo Sá Pinto? Confira

14/10/2020 às 08h06 - FUTEBOL

Após 60 anos, o Vasco novamente terá um técnico estrangeiro. O clube chegou a um acordo com Ricardo Sá Pinto e o português é aguardado no Rio de Janeiro amanhã (15), quando assinará um vínculo até o fim do Campeonato Brasileiro. Mas afinal de contas, quem é o novo treinador cruz-maltino?

Aos 48 anos, ele ainda está com sua carreira de comandante em construção, mas é uma figura bastante conhecida em Portugal, seja pelas grandes polêmicas, pelos jogos como atacante da seleção portuguesa ou pela idolatria que conquistou no Sporting, tradicional equipe lusitana.

Ídolo do Sporting

Ricardo Sá Pinto como técnico do Sporting: foi ídolo do clube português como jogador

Quando ainda era jogador, Sá Pinto teve uma passagem marcante pelo Sporting, onde conquistou três Supertaças, duas Taças de Portugal e um título de campeão nacional. Foi lá que ganhou o apelido de "Ricardo Coração de Leão".

Pela seleção de Portugal, disputou duas Eurocopas, fez 45 partidas e marcou dez gols.

Agressões a Liedson e técnico de Portugal

Ricardo Sá Pinto é conhecido por seu temperamento explosivo sendo que, em 2010, chegou a trocar socos com o atacante brasileiro Liedson quando era diretor de futebol do Sporting-POR.

Na ocasião, Sá Pinto e Liedson discutiram no campo após a vitória do Sporting por 4 a 3, em casa, contra o time da segunda divisão Mafra, na quinta rodada da Copa de Portugal.

A mídia portuguesa relatou na época que Liedson se irritou com uma bronca que o então diretor deu no goleiro Rui Patricio. Os dois continuaram a discussão no vestiário, onde trocaram socos.

Na época com 37 anos, Sá Pinto dava seus primeiros passos fora do campo depois de se aposentar em 2007. Ele pediu demissão, que foi aceita pelo clube.

Sá Pinto ainda ficou conhecido por se envolver em outra briga violenta em 1997, quando ainda era jogador e foi até o local de treinamentos da seleção portuguesa e empurrou o técnico Artur Jorge ao saber que tinha sido excluído das convocações. Em seguida, brigou com um auxiliar.

Polêmica com Trincão

Em setembro deste ano, o presidente do Braga, António Salvador, levantou uma polêmica ao afirmar que Sá Pinto, quando foi treinador da equipe, não queria ficar com o atacante Francisco Trincão no plantel. O jovem foi contratado no início de 2020 pelo Barcelona por 31 milhões de euros (cerca de R$ 202 milhões).

"No final de novembro [2019], tive uma reunião com o diretor de scouting para preparar o ataque ao mercado de transferências de inverno. O Sá Pinto quis dispensar o Trincão e eu disse que era impossível. Não podíamos dispensar um dos maiores talentos do futebol mundial, o que acabou por se concretizar. O Trincão vai marcar uma década como o melhor jogador do futebol português", disse ao canal oficial do clube.

Francisco Trincão foi jogador de Sá Pinto no Braga e depois foi comprado pelo Barcelona por 31 milhões de euros

As declarações do dirigente causaram revolta em Sá Pinto, que considerou falsas as insinuações.

"É uma mentira grave em relação àquilo que projetamos para o futuro do Trincão. Ele, em apenas cinco meses conosco, jogou mais que o dobro das vezes que tinha jogado no ano anterior. Jogou em quatro competições e foi pela primeira vez titular. Portanto, apostamos claramente no garoto e jamais pensaríamos em dispensar um jovem talentoso como este", destacou o treinador à rádio "Renascença", de Portugal, afirmando ainda que tinha mensagens de Salvador o parabenizando por dar confiança ao atacante.

Trincão, de 20 anos, tem feito sucesso no Barcelona e, segundo o jornal espanhol "Sport", o clube catalão teria recusado uma proposta de 60 milhões de euros (cerca de R$ 375 milhões) de uma equipe da Liga Inglesa.

Como treinador

Após se aposentar como jogador, Sá Pinto começou sua trajetória à beira do campo como auxiliar do União de Leiria (POR), entre 2010 e 2011. Em seguida, passou a treinar a equipe sub-19 do Sporting até ser efetivado aos profissionais entre 2011 e 2012.

Não durou muito tempo no seu clube do coração e, na sequência, passou por clubes da Arábia Saudita, Sérvia, Polônia e, no Standard Liége (BEL), foi campeão da Copa da Bélgica (2017/2018).

Ano passado, pelo Braga (POR), fez um bom trabalho, com 18 vitórias, cinco empates e sete derrotas. A equipe também teve o melhor desempenho de um clube português na fase de grupos da Liga Europa, com 14 pontos conquistados. Bateu também o recorde de invencibilidade de times lusitanos nas competições europeias (13 jogos).

Treinou Carlinhos na Bélgica

No Vasco, Ricardo Sá Pinto irá encontrar um conhecido: o meia Carlinhos, que foi seu jogador no Standard Liége, da Bélgica, na temporada 2017/2018. Na ocasião, foi o treinador quem pediu a contratação do brasileiro, que no ano anterior havia se destacado pelo Estoril, de Portugal.

Na maior parte do tempo que Sá esteve no comando do time belga, Carlinhos foi titular. No Cruz-maltino, no entanto, ele ainda não conseguiu engatar uma sequência entre os 11.

Fonte: UOL Esporte