Rodrigo Caetano, hoje no rival, está em lista de comitê gestor de Brant

26/12/2017 às 18h45 - CLUBE

A chapa de Julio Brant ainda aguarda a eleição do Conselho Deliberativo do Vasco e a confirmação da Justiça, mas começou a trabalhar para formatar o futebol, caso assuma o clube em janeiro.

Uma das primeiras tarefas é definir o diretor executivo do setor. Cinco nomes agradam o comitê gestor responsável por tocar a pasta: Felipe Ximenes, Klauss Câmara, Gustavo Bueno, Gabriel Skinner e Rodrigo Caetano.

- O comitê gestor do futebol está estruturando o departamento. As pessoas já estão atuando e pensando em nomes para coordenar o futebol - disse Julio Brant.

Alguns deles já foram, inclusive, sondados para saber as condições de um possível contrato. O mais cotado, de acordo com apuração do GloboEsporte.com, é Klauss Câmara, que deixou o Cruzeiro recentemente. Ele já teve uma conversa com o ex-jogador Felipe, que faz parte da chapa de Brant.

- Fico feliz de ser procurado. Tive uma conversa com o Felipe, mas nada definido. Apenas uma conversa inicial, uma sondagem. Vamos ter um avanço na conversa de acordo com as questões que envolvem o clube - disse Klauss.

Do quinteto, o nome que chama atenção é o de Rodrigo Caetano, que hoje está no Flamengo. Ele trabalhou no Vasco na gestão Roberto Dinamite em duas passagens: entre 2009 e 2011, e entre 2013 e 2014.

Skinner também trabalhou no Flamengo, mas como gerente de futebol. No Rubro-Negro, ele trabalhou com Zé Ricardo ainda nas divisões de base. Gustavo Bueno estava na Ponte Preta em 2017, enquanto Ximenes teve seu último trabalho no Goiás - antes, passou por Vitória, Coritiba, Flamengo e Fluminense.

Indefinição na política

Com a última decisão da Justiça, que anulou os votos da urna 7, a chapa de Julio Brant, "Sempre Vasco Livre", ficou em primeiro lugar na eleição do Vasco. Com isso, é a favorita para eleger Brant no pleito que ocorre no Conselho Deliberativo em janeiro.

Ainda assim, a posse só acontecerá após aval da Justiça. O mandato de Eurico Miranda se encerra em 15 de janeiro. É possível que a chapa de Eurico, "Reconstruindo o Vasco", tente reverter a situação no início do mês, quando se encerrar o recesso judiciário.

Fonte: GloboEsporte.com

Enquete

Você é favorável ao retorno de Antônio Lopes no cargo de dirigente?

Deixe seu comentario