Imprensa

Análise: Entenda como o Vasco 'camaleão' de Barbieri venceu o Flamengo

Vasco utiliza terceiro estilo de jogo diferente no Maracanã para ficar com os três pontos

Mas o salto de qualidade tão rápido na temporada cai mais na conta do trabalho de Maurício Barbieri, de apenas três meses, do que na capacidade bruta dos jogadores à disposição no elenco. O normal seria uma evolução mais lenta.

Na contramão do óbvio, o treinador já conseguiu montar uma equipe com propostas de jogo distintas, capaz de executar todas elas relativamente bem.

Contra o rubro-negro, o que se viu foi a versão retrancada desse Vasco camaleônico. O time da Colina entrou em campo com uma proposta clara de jogo e conseguiu executá-la muito bem. Recuou muito mais do que está acostumado nesta temporada, à espera dos contra-ataques. Conseguiu encontrá-los. Acertou duas bolas na trave no primeiro tempo.

Foi um Vasco que abdicou da troca de passes - deu 200, contra 351,8 na média geral do Carioca. Algo confessado pelo próprio Maurício Barbieri.

- Conseguimos transições rápidas em velocidade, sabíamos que não deveríamos competir com eles para ter a bola - afirmou o treinador.

Um time camaleão, que consegue se adaptar aos adversários sem perder sua essência, mantendo-se competitivo, demanda opções no banco de reservas que permitam ao treinador variar escalações e modos de jogo. Andrey Santos entrou na vaga de Erick Marcus, titular nas partidas em que Maurício Barbieri vislumbrou uma importância maior no ataque pelas beiradas extremos do campo.

O jogador de 18 anos mostrou nível elevadíssimo em seu primeiro jogo como titular contra um adversário do mais alto nível. Foi aprovado com louvor no teste.

Contra o Flamengo, o Vasco teve também a presença de Marlon Gomes. O jogador, que estava com a seleção sub-20, deve conquistar seu espaço no time. A dúvida que fica é onde. Se Maurício Barbieri quiser soltar mais o time, ele pode entrar na vaga de Rodrigo, jogando Andrey Santos para sua função.

Outra alternativa, mais inteligente, é colocá-lo no lado esquerdo. Alex Teixeira, que vinha bem, teve queda de produção ao ser deslocado para o setor. Se é para tê-lo em campo, faz mais sentido escalá-lo como meia ou segundo atacante. Assim, ele fica mais perto da grande área, pode tentar finalizações ou tabelas.

Do contrário, Barbieri pode reforçar ainda mais o meio de campo com Marlon Gomes.

Fonte: Agência O Globo
  • Quarta-feira, 17/04/2024 às 19h00
    Vasco Vasco 1
    Red Bull Bragantino Red Bull Bragantino 2
    Campeonato Brasileiro - Série A Estádio Nabi Abi Chedid
  • Sábado, 20/04/2024 às 16h00
    Vasco Vasco
    Fluminense Fluminense
    Campeonato Brasileiro - Série A Maracanã
  • Sábado, 27/04/2024 às 16h00
    Vasco Vasco
    Criciúma Criciúma
    Campeonato Brasileiro - Série A São Januário
  • Domingo, 05/05/2024 às 16h00
    Vasco Vasco
    Athletico Paranaense Athletico Paranaense
    Campeonato Brasileiro - Série A Ligga Arena
  • Domingo, 12/05/2024 às 11h00
    Vasco Vasco
    Vitória Vitória
    Campeonato Brasileiro - Série A São Januário
  • Sábado, 18/05/2024 às 21h00
    Vasco Vasco
    Flamengo Flamengo
    Campeonato Brasileiro - Série A A definir
  • Domingo, 26/05/2024 às 16h00
    Vasco Vasco
    Palmeiras Palmeiras
    Campeonato Brasileiro - Série A Arena Barueri