Futebol

Após perder para rivais diretos, Vasco terá dura sequência pela frente

0

Na matemática do Vasco, vencer os rivais diretos da tabela era uma fórmula para respirar mais aliviado na briga contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro. No entanto, o Cruz-Maltino tropeçou e, mesmo que daqui para frente vença os outros concorrentes que ainda tem pelo caminho, a pontuação provavelmente não será suficiente para se livrar. Por isso, precisa também pontuar diante dos clubes que estão na parte de cima — quatro deles estão na disputa pelo título nacional.

Na recente era Vanderlei Luxemburgo, por exemplo, o Vasco apenas empatou com o Atlético-GO, perdeu para o Coritiba e foi goleado, ontem (20), pelo Red Bull Bragantino. Anteriormente, pelo primeiro turno, já havia perdido para os goianos e para o Coxa, empatado com os paulistas, sofrido derrotas para Bahia e Athletico, e ficado na igualdade no marcador com Goiás e Fortaleza.

Nas oito últimas rodadas, o Cruz-Maltino ainda enfrentará mais três concorrentes diretos na luta contra o descenso: Bahia, Fortaleza e Goiás. Porém, mesmo que vença os três, chegará somente aos 41 pontos. Segundo os matemáticos, para se livrar da queda à Série B, será preciso chegar aos menos aos 43. Por isso, é necessário fazer mais.

Os outros cinco adversários brigam na parte de cima da tabela. São eles: Atlético-MG (sábado), Palmeiras (jogo adiado), Flamengo, Internacional — todos ainda na briga pelo título do Brasileirão —, além do Corinthians, que sonha com vaga na próxima Copa Libertadores.

"Temos oito jogos para nos mantermos na primeira divisão. Cabe a nós nos envolvermos para isso. Nós, a direção, a torcida, os jogadores, todos. São oito jogos decisivos. Tudo o que puder ser feito para envolver esse ambiente tem de ser feito. Agora, criar um ambiente hostil não vai nos ajudar. Falei aos jogadores que o placar foi elástico pelo que jogaram no segundo tempo", declarou Luxemburgo, após a derrota de ontem para o Red Bull Bragantino.

Para a partida contra o Atlético-MG no sábado (23), em São Januário, o Vasco terá o retorno de Benítez, que foi poupado no revés no interior paulista para se recondicionar fisicamente após ficar um mês parado enquanto definia seu futuro contratual.

Fonte: UOL Esporte
  • Quinta-feira, 25/02/2021 às 21h30
    Vasco Vasco 3
    Goiás Goiás 2
    Campeonato Brasileiro São Januário
  • Quarta-feira, 03/03/2021 às 21h00
    Vasco Vasco
    Portuguesa Portuguesa
    Taça Guanabara São Januário
  • Sábado, 06/03/2021 às 21h00
    Vasco Vasco
    Volta Redonda Volta Redonda
    Taça Guanabara Raulino de Oliveira
  • Sábado, 13/03/2021 às 18h00
    Vasco Vasco
    Nova Iguaçu Nova Iguaçu
    Taça Guanabara A definir
  • 20/03 (Sáb) ou 21/03 (Dom)
    Vasco Vasco
    Botafogo Botafogo
    Taça Guanabara Maracanã
  • 24/03 (Qua) ou 25/03 (Qui)
    Vasco Vasco
    Macaé Macaé
    Taça Guanabara São Januário
  • 27/03 (sáb) ou 28/03 (dom)
    Vasco Vasco
    Madureira Madureira
    Taça Guanabara São Januário