Categorias de base

Base: Após polêmica no Vasco, Hendrick tenta recomeço

2

Para buscar vagas em torneios nacionais em 2022, o Bragantino-PA tem reforçado o elenco com jogadores conhecidos na região, mas também conta com um jovem atleta que se destacou na Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2019, pelo Manthiqueira, do interior paulista, marcando cinco gols em quatro jogos. Trata-se do atacante Hendrick.

Hoje com 21 anos, o jogador irá buscar no clube paraense um recomeço para a carreira. Após a disputa do maior torneio de base do Brasil, Hendrick recebeu uma proposta do Vasco para passar por um período de teste. Porém, o jogador foi dispensado e acabou se envolvendo em uma polêmica.

Foto: Esporte 24 HorasHendrick
Hendrick

Na época, o atacante acusou um supervisor do clube carioca de preconceito, alegando que sua dispensa foi porque era morador de favela e tem várias tatuagens pelo corpo. Contudo, pouco mais de um mês depois ele pediu desculpas, alegando um momento de descontrole.

– Sem dúvidas eu era um menino ainda. Aconteceu imprevistos lá, onde eu mesmo me queimei. Porém, aprendi com os erros. Isso me tornou um jogador e uma pessoa melhor. Não guardo mágoas do Vasco – comenta Hendrick, em contato com a reportagem do ge Pará.

Foi a melhor experiência da minha vida até então (disputar a Copinha). Foi onde eu mostrei um pouco do meu futebol. Deus iluminou muito, mas acredito que ali só foi o começo.

— Hendrick, atacante do Bragantino-PA

O atleta acabou voltando para o Manthiqueira, mas acabou não ficando também. Então surgiu uma oportunidade na Europa e ele foi jogar no Naval 1893, da terceira divisão de Portugal. Hendrick ainda passou pelo Fc lviv, da primeira divisão da Ucrânia.

– Grandes aprendizados eu tive. Pessoas erradas que eu estava, serviu tanto para o lado bom, quanto para o lado ruim. A passagem por Portugal foi perfeita, fiz muitos gols em poucos jogos. Já na Ucrânia foi mais difícil a adaptação.

Antes do Manthiqueira e Vasco, Hendrick passou pelas categorias de base de grandes clubes do Brasil como São Paulo, Internacional e Botafogo. Agora no Bragantino-PA, ele vê uma oportunidade de dar a volta por cima em sua curta carreira de jogador de futebol.

– Creio que é um recomeço e também penso que é uma última chance. Não tenho mais tempo de errar ou reclamar. Agora é a hora de agarrar a oportunidade e mostrar quem é o Hendrick de verdade. O Hendrick de hoje quer vencer, ajudar a família e os amigos. Ajudar o Bragantino a sair campeão e calar a boca de todos que duvidam de mim.

Fonte: ge