Basquete: Vindo do banco, Lucas Mariano se destacou na última quinta (08)

09/02/2018 às 08h31 - OUTROS ESPORTES

Equilíbrio foi a palavra que definiu o confronto entre Vasco da Gama e Solar Cearense, na noite desta quinta-feira (08/02), em São Januário. Com inúmeras trocas de lideranças e vezes em que o placar ficou igualado, os dois times proporcionaram um dos melhores jogos do NBB CAIXA 17/18. Melhor para os donos da casa, que com frieza nos segundos decisivos, conquistou uma importante vitória para sequência da competição, por 96 a 92.

O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio master da CAIXA, os patrocínios da SKY, INFRAERO, Avianca, Nike, Penalty e Wewi e os apoios do Açúcar Guarani e do Ministério do Esporte.

Momento chave: A definição do vencedor ficou literalmente para o último segundo. Depois de Gustavo Basílio converter dois lances livres e deixar o cruzmaltino à frente, por 91 a 88, a 15 segundos do fim, Davi Rossetto recebeu passe de Sualisson e converteu arremesso de 3 pontos empatando o jogo a cinco segundos do fim. Porém, na posse seguinte, Betinho cometeu falta antidesportiva em Basílio, que acertou apenas um dos lances livres. Na reposição, Fúlvio voltou a sofrer falta e, desta vez, converteu os dois arremessos. Perdendo por três pontos (94 a 91), e com dois segundos no relógio, o Basquete Cearense ainda tinha chance de empatar o confronto. Porém, rapidamente, Fúlvio cometeu falta em Paulinho Boracini, obrigando o armador do Carcará a ir à linha do lance livre, e matando qualquer possibilidade de prorrogação.

Pra ganhar moral: Com a vitória, o Vasco continua na 11ª colocação, agora com oito resultados positivos e 13 negativos. Já o Basquete Cearense vem apenas uma posição acima (10ª), com oito triunfos e 11 derrotas na temporada.

Deram show: Apesar de um único vencedor, os dois times merecem os parabéns pela belíssima exibição. Pela primeira vez no NBB CAIXA 17/18, dois times superaram a marca dos 90 pontos em um mesmo jogo. Além disso, a soma dos dois placares também é a maior em uma partida nesta temporada, com o total de 188 pontos. E tudo isso, sem prorrogação.

Gigante: Vindo do banco de reservas, Lucas Mariano teve grande atuação nesta noite. Em quase 25 minutos dentro de quadra, o pivô converteu nove arremessos de quadra e liderou o elenco cruzmaltino, com 23 pontos anotados, sua melhor marca na temporada, além de sete rebotes.

Inspirado é pouco: Entre os titulares, Guilherme Giovannoni também se destacou muito. Com a mão calibrada, o experiente ala/pivô anotou 18 pontos em 24 tentados (75,0% aprov.), além de pegar quatro rebotes e distribuir cinco assistências, liderando a equipe cruzmaltina, ao lado de Lucas Mariano, com 24 de eficiência.

Todo mundo junto: Além de Giovannoni e Lucas, o Vasco contou com a contribuição de muitos outros nomes em seu elenco. Destaque também para: Gustavo Basílio (18pts, 4reb e 4ast), Renato Carbonari (11pts, 4reb e 5ast), Dedé (9pts) e Fúlvio (8pts e 7ast).

Deu aula: Mesmo com as grandes atuações vascaínos, o nome individual de maior destaque nesta noite em São Januário foi Davi Rossetto. Apesar da derrota, o armador do Carcará teve uma de suas melhores atuações na carreira. Com pouco mais de 30 segundos de descanso ao longo do jogo, o capitão do Basquete Cearense anotou 23 pontos, pegou cinco rebotes, roubou três bolas e alcançou seu recorde de assistências na competição, com 12, totalizando sua melhor eficiência na temporada, de 33.

História igual, final diferente: Assim como no primeiro turno, Paulinho Boracini esteve com a mão calibrada contra o Vasco, deixando a quadra com os mesmos 27 pontos e 29 de eficiência. Porém, diferente do confronto em Fortaleza (CE), em que o Carcará bateu o cruzmaltino, por 85 a 76, desta vez o armador não conseguiu liderar o time nordestino ao resultado positivo.

Também tentaram: Mesmo com a derrota, muitos outros jogadores tiveram bom rendimento pelo Basquete Cearense. Como Rashaun, dono de 15 pontos, três rebotes e três assistências, e Felipe Ribeiro, que deixou a quadra com 14 tentos e sete sobras.

E agora? As duas equipes só voltam a atuar pelo NBB CAIXA após o carnaval. O Basquete Cearense recebe o atual líder, Paulistano/Corpore, na quinta-feira (15), às 20h30 (de Brasília). Já o Vasco tem como próximo compromisso o clássico contra o Botafogo, na sexta (16), às 20 horas (de Brasília), na Arena Carioca 1, com mando botafoguense, e com transmissão ao vivo via Twitter.

Fonte: Site da LNB

Enquete

Quem você gostaria que fosse o novo técnico do Vasco?

Deixe seu comentario