Camisa 19 vira estrela no Vasco

07/01/2006 às 09h46 - FUTEBOL

Ramon foi apresentado nesta sexta-feira como o camisa 10 que o Vasco tanto sonhava. Mas o meia, em vez de receber o número mais valorizado do futebol mundial, ganhou um uniforme com o 19.

O mesmo aconteceu, em seguida, com Léo Inácio. E antes, também, com Fábio Baiano. Assim como com Ernane, Andrade, Bebeto, Jorge Luís e Alberoni... Resumindo, todos os reforços do Vasco para a temporada de 2006 ganharam a camisa número 19 em suas apresentações à imprensa.

O estranho fenômeno tem uma explicação simples. E, lógico, está ligada a Romário. É que como o Baixinho jogou em 2005 mais do que a diretoria esperava, o clube ficou com várias camisas número 19 encalhadas na rouparia.

Quando Romário não está em campo, o seu substituto joga com o número 19. Isso porque o presidente Eurico Miranda imortalizou a camisa 11. Apenas o Baixinho pode vestí-la no Vasco. Mas quando o Baixinho está em campo, o número não é usado.

Romário terminou a última temporada como o quarto jogador que mais defendeu o Vasco. O Baixinho só ficou atrás de Alex Dias, Diego e Róbson Luiz. O atacante esteve em campo em 45 dos 62 jogos do Vasco, o que representa 72,6% das partidas do time.

E a camisa 19, por isso, foi pouca usada. Agora, o Vasco se esforça para acabar com o estoque antes de receber o novo modelo do seu fornecedor de material esportivo.

Fonte: GloboEsporte.com