Campello comemora empréstimo aceito: "Não fica tranquilo, mas fica justo"

18/10/2018 às 17h50 - FUTEBOL

O Vasco conseguiu nesta quinta-feira as garantias para o empréstimo de R$ 38 milhões que vai aliviar a crise financeira do clube até o fim do ano. O clube agora espera o valor cair em suas contas para pagar férias, 13º e os salários de dezembro do ano passado, além dos salários que vencem no próximo dia 20. A informação foi publicada inicialmente pelo Extra e confirmada pelo GloboEsporte.com.

- Assinei o contrato de empréstimo. Temos a autorização. Agora é todo um trâmite, documentação, uma série de coisas (para o dinheiro chegar) - explicou o presidente Alexandre Campello.

O presidente Alexandre Campello tentava o empréstimo, mas enfrentava dificuldades por causa da turbulência política pela qual o Vasco passa. A liminar da Justiça, já suspensa, que anulava as eleições do fim do ano passado travaram as negociações para conseguir as garantias e o empréstimo.

Na última quarta-feira, com valores de direitos de transmissões internacionais, o Vasco já havia pagado os salários de jogadores e funcionários que recebem mais de R$ 4 mil referentes a agosto, que deveriam ter sido pagos até 20 de setembro. O clube, porém, enfrentaria novos problemas em breve se não conseguisse o empréstimo.

- Não fica tranquilo, mas fica justo. A gente tem que fazer exercício daqui também. Essa não é a única receita que temos, e há outras que pretendemos fazer, fora corte de custos - completou Campello.

Foto: Globoesporte.com Campello
Campello

Fonte: GloboEsporte.com