Campello: 'O verdadeiro vascaíno acaba entendendo o que está acontecendo'

05/02/2020 às 08h04 - FUTEBOL

Abel Braga já sofre pressão. A precoce eliminação na Taça Guanabara, combinada às más atuações, já provocaram reclamações nas redes sociais e nas arquibancadas contra o treinador.

O presidente Alexandre Campello, porém, prega paciência e tranquilidade com o treinador. O Vasco foi eliminado da Taça Guanabara com apenas quatro pontos em cinco jogos.

- Isso é um ano político. Se eu trouxesse qualquer treinador, ele sofreria a pressão. O Abel é um treinador experiente e qualificado. Vale lembrar que um ano atrás todo o vascaíno o queria aqui.

- Tenho muita confiança no Abel e no trabalho dele. Acho que o verdadeiro vascaíno, aquele que vai lá e torce, acaba entendendo o que está acontecendo - analisou o presidente do Vasco.

Pressão em Abel e necessidade de paciência com a garotada

- Não vejo dessa maneira, acho que é natural que exista uma expectativa grande do torcedor, mas nós estamos num início de um trabalho. E especialmente num início de um trabalho em que nós trouxemos um número enorme de jogadores da base. Tem que ter paciência, é preciso ter perseverança.

Evolução apresentada contra o Botafogo

- Já vejo alguma evolução no trabalho. Achei que o time nessa última partida, apesar de o resultado não ter sido o esperado, entendo que houve uma evolução grande na equipe.

Campello vê críticas comentadas por ano eleitoral

- A gente precisa também tirar desse contexto uma conotação política, que a gente sabe que existe. Por exemplo, eu vi uma faixa no Engenhão escrita "pague o salários". E a gente sabe exatamente quem pagou e quem levou para a faixa estar lá. A gente sabe que tem gente sendo financiada para estar na torcida, para estar espezinhando. Para estar estimulando o torcedor a protestar.

- Isso é um ano político. Se eu trouxe qualquer treinador, ele vai sofrer a pressão. O Abel é um treinador experiente e qualificado. Vale lembrar que um ano atrás todo o vascaíno queria o Abel aqui. Não pode ter mudado em um ano. Ele não desaprendeu com certeza.

Presidente precisa de calma

- A gente precisa ter muita calma e tranquilidade. Especialmente quem está sentado aqui (cadeira presidencial). Não pode tomar decisões precipitadas e não pode se deixar levar por conta desses movimentos.

Pedido de apoio ao "verdadeiro vascaíno"

- Tenho muita confiança no Abel e no trabalho dele. Acho que o verdadeiro vascaíno, aquele que vai lá e torce, acaba entendendo o que está acontecendo.

Fonte: GloboEsporte.com