Carioca retorna com time divididos entre a preocupação e a ansiedade

28/06/2020 às 08h26 - CLUBE

Ramón Menezes disse na semana passada, um dia antes da estreia adiada contra o Macaé, que seus jogadores estavam mais ansiosos do que preocupados. "Mais ansiedade", disse, em resposta a pergunta deste comentarista. Odair Hellmann falou sobre a preocupação, natural para um time que pediu mais tempo para treinar e que teve entrevista coletiva de um de seus líderes, Hudson, dizendo que não se sente ainda confortável. O contraponto é o retorno de Fred. Bom motivo para ver o Fluminense em ação.

Entre todas as opiniões, hoje é dia de futebol. O Campeonato Estadual do Rio de Janeiro retorna com três dos quatro grandes desfilando suas esperanças e problemas. O Botafogo pode ter Cícero improvisado na defesa. Precisa vencer seus dois jogos, contra Cabofriense e Portuguesa e torcer para o Flamengo ganhar do Boavista. Neste caso, estará classificado para as semifinais da Taça Rio.

O Vasco tem situação mais difícil, entre outras razões, porque Guarin segue na Colômbia e desfalca o time na reestreia contra o Macaé. Sua primeira obrigação é torcer para o Madureira não vencer o Resende, neste domingo às 15h15, ou já sairá de campo eliminado.

O Fluminense precisa, em teoria, de quatro pontos, para terminar em primeiro lugar na classificação geral, o que lhe dará presença na final, desde que não seja outro time, fora o Flamengo, o campeão do segundo turno. Entendeu? Se o Flamengo ganhar a Taça Rio e o Fluminense for o melhor no geral, haverá Fla-Flu na decisão. Será assim também se o Flu ganhar esta etapa do torneio.

Se o Botafogo, o Vasco, o Boavista ganhar o returno, neste caso não servirá ao Fluminense ser o melhor na classificação geral. Mas Odair Hellmann confia na classificação em primeiro lugar. Se fizer seis pontos, isto estará garantido. Hoje, o Flamengo tem dois pontos a mais do que o Fluminense, porque já venceu o Bangu.

Se o Fluminense fizer quatro pontos, o Flamengo terá de descontar um saldo de gols tricolor que hoje é seis a mais do que o rubro-negro.

Não é dia de festa ainda. Mas é dia de futebol

Fonte: Blog do PVC - Globo Esporte