Chegada de dupla do Madureira reforça relação entre os dois clubes

12/07/2020 às 08h31 - CLUBE

A chegada da dupla formada pelo zagueiro Marcelo Alves e pelo atacante Ygor Catatau a São Januário é mais um capítulo na boa relação que Vasco e Madureira nutriram ao longo dos anos e que contou também com fortes laços nos bastidores.

Há a expectativa de que Marcelo, de 22 anos, e Catatau, de 25, que disputaram o Campeonato Carioca pelo Tricolor Suburbano, cheguem a São Januário amanhã (13) e assinem vínculo até o final do Campeonato Brasileiro, que, por conta da pandemia de coronavírus, terminará no ano que vem.

O caminho do Madureira à Colina não é novidade. Alguns nomes que tiveram passagem marcante pelo Cruz-Maltino deram os primeiros passos no Tricolor, desde o trio de atacantes Lelé, Isaías e Jair, que integraram o "Expresso da Vitória", até nomes como o volante Allan, campeão da Copa do Brasil em 2011.

"Allan, Philippe Coutinho, Paulinho... Todos passaram no Madureira. A história do Madureira e do Vasco, praticamente, se unem quando o Madureira, em 1942, liberou o trio de atacantes Lelé, Isaías e Jair, que era o mais famoso da época, para o Vasco e o Vasco foi campeão. De lá para cá, sempre houve uma parceria muito grande entre Madureira e Vasco. Alguns jogadores foram contratados pelo Vasco e o Vasco emprestou alguns jogadores ao Madureira, porque o Madureira não é um clube que contrata muito", disse Elias Duba, presidente do Madureira.

Juntos, Lelé, Isaías e Jair conquistaram o título estadual de 1945 de maneira invicta, algo inédito até então. Aquele troféu, além de encerrar um jejum de 12 anos, foi o começo de uma das fases mais gloriosas da história do clube.

Neste intercâmbio de jogadores, há aqueles são lembrados até hoje pelos torcedores cruz-maltinos, como o volante Nasa, que participou de uma Era vitoriosa do Vasco, no fim da década de 90.

Tiveram ainda Cafezinho - aquele da briga com Romário -, a dupla Souza e Léo Lima, campeões do Carioca de 2003, André Lima, Muriqui e Vilson. Mais recentemente, Aislan e Victor Bolt.

Marcelo e Catatau chegam para serem opções ao técnico Ramon Menezes no elenco, que deve sofrer mudanças até o início do Brasileiro, previsto para agosto. 

Amizade nos bastidores

O ex-dirigente do Vasco Eurico Miranda, que morreu no ano passado, e Elias Duba, por anos, nutriram uma amizade e tinham laços nos bastidores do futebol carioca, com força na Federação de Futebol do Rio (Ferj).

"Até hoje [amizade nos bastidores]. O vice-presidente é meu amigo, o presidente é meu amigo, o [Antônio] Lopes é meu amigo. Os times têm uma parceria grande. E não só com o Vasco, com o Flamengo também"

Fonte: UOL Esportes