Clube paulista entra na briga por Dodô, especulado no Vasco

21/12/2019 às 20h56 - CLUBE

O Corinthians ainda não jogou a toalha na tentativa de contratar o lateral-esquerdo Sidcley, do Dínamo de Kiev. Porém, com dificuldade para chegar a um acordo com o clube ucraniano, o Timão passou a atuar em outra frente e abriu negociação para ter de volta Dodô, que foi revelado no "terrão" corintiano e atuou nesta temporada pelo Cruzeiro.

Dodô pertence à Sampdoria, da Itália, está emprestado ao Cruzeiro até o fim do ano e, por contrato, a Raposa é obrigada a comprá-lo por R$ 1,2 milhão. Porém, em crise financeira, o clube mineiro não quer contrair novas dívidas e pretende enxugar a folha salarial. Assim, a aquisição do lateral não está nos planos.

Embora haja no Corinthians quem trate a volta de Dodô com otimismo, a negociação ainda pode levar alguns dias. O empresário do lateral-esquerdo é o mesmo de Gabigol e está desde o começo da semana no Qatar, para acompanhar o Mundial de Clubes. As mudanças na diretoria cruzeirense também atrapalha as tratativas.

No começo desta semana, o presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, disse esperar uma resposta do Dínamo de Kiev por Sidcley até a segunda semana de janeiro.

– O time de lá (Dínamo de Kiev) está aguardando a janela, nós demos um prazo até 10, 12 de janeiro. Depois disso, nós vamos para a segunda opção – afirmou, antes do sorteio da Copa Libertadores, ao "Fox Sports".

– A princípio, a gente ainda está insistindo e queremos o Sidcley. Agora, não é justo a gente tentar pagar pelo empréstimo, porque ele vai ficar um ano e vai embora. E não acreditamos que o investimento que estão pedindo por ele, 5, 6 milhões de euros, também achamos que não vale a pena pagar por isso – completou o mandatário.

Dodô foi promovido ao time profissional do Corinthians em 2009, mas fez apenas oito jogos e foi emprestado ao Bahia. Depois, ele se transferiu para a Roma, da Itália.

Em 2019, o lateral-esquerdo atuou 28 vezes pelo Cruzeiro e marcou um gol.

Fonte: (ge)