Com saída de Galhardo, Bruno César vive pressão por protagonismo

10/04/2019 às 08h00 - FUTEBOL

Contratado para ser o camisa 10 do Vasco na temporada, Bruno César conviveu com a sombra de Thiago Galhardo desde seus primeiros dias no clube. Porém, com o afastamento do meia no último fim de semana após desavenças com o técnico Alberto Valentim e a diretoria, o protagonismo do ex-jogador de Corinthians, Palmeiras e Sporting (POR) na armação das jogadas aumentou em São Januário enquanto ele ainda busca uma regularidade nas atuações e o ápice técnico e físico.

Na decisiva partida de hoje à noite, às 21h30, contra o Avaí, na Ressaca (SC), pela terceira fase da Copa do Brasil, caberá novamente a Bruno César municiar os atacantes vascaínos, assim como vinha acontecendo nas últimas partidas, quando Valentim deixou clara sua preferência pelo meia em detrimento de Galhardo.

Bruno, até o momento, ainda não se tornou uma unanimidade e alterna jogos bons com outros de atuação apagada. Na semifinal do Campeonato Carioca, domingo passado (7), chamou a responsabilidade e converteu um pênalti na vitória por 2 a 1 que classificou a equipe.

Contra o Avaí, prevê dificuldades mesmo com o Vasco podendo atuar com a vantagem do empate para sair classificado após a vitória no Rio por 3 a 2. Caso os catarinenses vençam por um gol de diferença a decisão vai para os pênaltis.

"O Vasco está em decisões, não só no Carioca, mas jogos decisivos. Esse jogo contra o Avaí será muito difícil. É um grande adversário, que vem bem no Campeonato Catarinense", disse o meia.

Os números de Bruno César e Thiago Galhardo são bem parecidos na temporada. Bruno soma 15 jogos, 2 gols e um aproveitamento de 69%. Já Galhardo tem 14 partidas, 2 gols e aproveitamento de 71%.

Pikachu, Lucas Santos, Yan Sasse e Dudu ganham espaço

Sem Thiago Galhardo no elenco, o técnico Alberto Valentim tem como meias de origem dois jovens oriundos da base: Dudu e Lucas Santos.

Dudu iniciou o ano tendo oportunidades na equipe titular, mas na sequência perdeu espaço e foi pouco aproveitado.

Já Lucas Santos tornou-se xodó da torcida após se destacar na campanha do vice-campeonato da Copa São Paulo de futebol júnior. O baixinho, porém, ainda não teve uma grande sequência e tem presenciado a revolta das arquibancadas com a situação.

Há ainda as opções de Yago Pikachu - artilheiro do time em 2018 - e Yan Sasse, autor do gol da vitória sobre o Bangu. Os dois, no entanto, possuem mais características de atuar pelos lados do campo.

Sasse deverá atuar como titular hoje, mas na vaga do atacante Rossi, que está com uma lesão na coxa direita.

AVAÍ X VASCO
Local: Ressacada, Florianópolis (SC)
Hora: 21h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Jean Pierre Goncalves Lima (RS)
Auxiliares: Rafael da Silva Alves (RS) e Elio Nepomuceno de Andrade Junior (RS)

Avaí
Vladimir, Iury, Betão, Marquinhos Silva e Igor Fernandes; Mosquera, Pedro Castro Matheus Barbosa (Luanzinho), João Paulo e Getúlio; Daniel Amorim
Técnico: Geninho

Vasco
Fernando Miguel; Raul Cáceres, Werley, Ricardo Graça e Danilo Barcelos; Raul (Bruno Silva) e Lucas Mineiro; Yan Sasse (Yago Pikachu), Bruno César e Marrony; Tiago Reis
Técnico: Alberto Valentim

Fonte: UOL Esporte