Comissão técnica ainda aguarda por reforços

30/06/2020 às 08h25 - FUTEBOL

A primeira partida do Vasco sob o comando do técnico Ramon deixou uma boa impressão para os vascaínos. O time apresentou variações táticas, segurança defensiva e gosto pela posse de bola. O entendimento dos jogadores em relação as ideias do treinador também foi um ponto positivo para se conquistar a convincente vitória por 3 a 1 sobre o Macaé.

A evolução em campo não foi a única novidade do Vasco de Ramon, que priorizou a utilização de jogadores mais experientes. Na equipe titular, Fellipe Bastos, de 30 anos, venceu a disputa por posição com Raul, que tem 23. Em 2019, o mais experiente disputava posição com Richard, enquanto o mais novo era peça-chave, tanto com Luxemburgo, quanto com Abel Braga.

Já no banco de reservas, as presenças de Cláudio Winck e Bruno César, que foram reintegrados ao elenco, tiraram espaço de Cayo Tenório e Juninho, crias da base. O volante inclusive tinha sido utilizado por Abel Braga nos últimos quatro jogos sob o comando do treinador. Lucas Santos, que não vinha sendo utilizado pelo antecessor, também recebeu oportunidade. O jogador está longe de ser um veterano, mas possui uma certa bagagem por ter defendido o CSKA, da Rússia, no ano passado.

Com o retorno de Guarín, que iniciou as atividades em São Januário na segunda-feira, a tendência é de que outros jovens saiam da lista de relacionados. Vale lembrar que Werley e Bruno Gomes ficaram de fora da partida contra o Macaé por conta de problemas físicos. O volante também é um garoto, mas é visto como reserva imediato de Andrey.

Como adiantou o Esporte News Mundo, a comissão técnica aguarda por reforços. Um zagueiro, lateral-esquerdo e um ponta estão em pauta e as buscas estão em jogadores que tenham entre 25 e 30 anos, justamente para encorpar o elenco. A média de idade do grupo é de 24,7.

Fonte: Esporte News Mundo