Futebol

Como Rafael Paiva vem trabalhando no Vasco e mudanças em pouco tempo

A semana de Rafael Paiva tem sido uma loucura. Preparado para comandar o time sub-20 do Vasco na decisão da Copa Rio diante do Flamengo, no domingo passado, o técnico teve que deixar os planos de lado para atender ao chamado do profissional. Sem muito tempo para treinar e conhecer o elenco, o interino tem priorizado as conversas ao longo da semana.

Enquanto traçava planos com o diretor de futebol Pedro Martins e o CEO Lúcio Barbosa, Paiva viu de longe a conquista do seu primeiro título com o sub-20 do Vasco - ele foi contratado no fim de janeiro.

Entre descobrir que treinaria o profissional e o jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil, diante do Fortaleza, Rafael Paiva teve apenas dois dias para treinar o elenco. Antes do confronto com o Athletico-PR, pelo Brasileirão, no domingo, serão mais três sessões de treinos.

O curto espaço de tempo faz o interino usar a comunicação como arma no Vasco. Paiva é um treinador que gosta de conversar e ouvir os jogadores e profissionais do dia a dia do clube. Ele também tem utilizado vídeos para passar suas ideias ao elenco.

Tanto na base do Palmeiras quanto na do Vasco, Rafael Paiva é conhecido pela proposta ofensiva e pela liberdade que dá aos jogadores de frente. No profissional, ele teve que se adaptar - contra o Fortaleza, por exemplo, foi a estratégia defensiva que garantiu o empate fora de casa.

- Acredito muito no jogo ofensivo, acho que um jogo propositivo faz com que os atletas se desenvolvam mais. Mas o contexto era diferente, a gente precisava se organizar para aprender a sofrer sem tomar gol, isso é muito importante em qualquer categoria - disse Paiva na quarta-feira.

- Já conhecia bem o grupo, conhecia bem os jogadores, sabia do perfil dos jogadores. Por maior que seja o desafio, é um bom desafio. É onde a gente quer estar, onde a gente trabalha para chegar. Estou muito feliz pela resposta dos atletas - completou o interino.

Pessoas que acompanharam a rotina de Paiva nos últimos dias disseram ao ge que não há tanta mudança em relação aos técnicos anteriores, até pelo falta de tempo - o trabalho é provisório e o Vasco já busca um substituto para Ramón Díaz.

Uma das mudanças foi aumentar as opções no meio-campo do Vasco. Com Payet fora do jogo contra o Fortaleza e ninguém para substituir o camisa 10, Paiva chamou o jovem Guilherme Estrella para treinar no profissional.

O meia do sub-20 é um jogador que agrada bastante ao interino e tem 13 jogos, com quatro gols e duas assistências, na base em 2024. Ele ficou no banco contra o Fortaleza e deve ser relacionado também para enfrentar o Athletico-PR, às 16h de domingo, na Ligga Arena.

Fonte: ge
  • Terça-feira, 21/05/2024 às 21h30
    Vasco Vasco 3
    Fortaleza Fortaleza 3
    Copa do Brasil São Januário
  • Domingo, 02/06/2024 às 16h00
    Vasco Vasco
    Flamengo Flamengo
    Campeonato Brasileiro - Série A Maracanã
  • Quinta-feira, 13/06/2024 às 21h30
    Vasco Vasco
    Palmeiras Palmeiras
    Campeonato Brasileiro - Série A Arena Barueri
  • Domingo, 16/06/2024 às 18h30
    Vasco Vasco
    Cruzeiro Cruzeiro
    Campeonato Brasileiro - Série A São Januário
  • A definir
    Vasco Vasco
    São Paulo São Paulo
    Campeonato Brasileiro - Série A A definir