Confira as estatísticas de Vasco e Ceará

26/10/2019 às 10h29 - FUTEBOL

Ameaçado pelo Z-4 no primeiro turno, o Vasco ressurge no returno como uma equipe forte a ser batida e começa a sonhar com uma vaga na próxima Libertadores. Com três triunfos seguidos e quatro jogos de invencibilidade, o Gigante da Colina viaja para duelar contra o Ceará, no próximo sábado, às 17h, pela 28ª rodada. O Vozão também dá sinais que tem força para lutar contra o descenso. Com duas vitórias nos últimos três confrontos, a equipe respira na 15ª colocação.

Apesar do impressionante triunfo contra o Bahia fora de casa por 2 a 1, o Ceará ainda tem a quarta pior campanha do returno e o terceiro pior ataque da segunda metade do Brasileiro até aqui (seis gols), ao lado de São Paulo, Cruzeiro e Internacional. Apenas Avaí (3) e Chapecoense (4) marcaram menos. Com um aproveitamento de apenas 29% na metade final do Brasileiro, a equipe cearense ganhou duas vezes, empatou uma e perdeu cinco jogos. Balançou as redes em seis oportunidades (0,75 por jogo), mas levou nove gols (1,12). Como mandante no Brasileiro, o Vozão disputou 13 partidas (seis vitórias, três empates e quatro derrotas) e tem 54% de aproveitamento. O ataque funcionou 16 vezes e a defesa foi superada em dez chances.

Bom de cabeça, o Ceará mostra um poderio ofensivo em jogadas pelo alto. Dos 27 gols no Brasileiro, 17 foram a partir de lances aéreos (63%). Além disso, o time mostra uma predileção pelo contra-ataque quando joga no seu domínio. Cinco dos 16 gols coem casa foram a partir de contra-ataques (31%). A principal esperança do time continua sendo Thiago Galhardo. Com participação direta em dez dos 27 gols da equipe na competição (37%), o camisa 89 já anotou nove e foi o garçom em uma oportunidade.

De olho na próxima Libertadores

Após vencer o Internacional no Beira-Rio por 1 a 0, o Cruzmaltino está mais perto do G-6 (5 pontos) do que para o Z-4 (9 pts) e mira uma colocação melhor. A equipe tem, ao lado do Corinthians, o sétimo melhor aproveitamento como visitante do Brasileiro. Longe de casa, o O Vasco disputou 13 partidas, venceu quatro, ficou na igualdade três vezes e foi superado em seis oportunidades (38% de aproveitamento).

Herói da vitória contra o Colorado, Marrony se igualou a Rossi e Yago Pikachu na lista de jogadores mais participativos nos gols vascaínos. Cada um do trio é responsável por 16% dos gols do clube no Brasileiro. Assim como o Ceará, o Vasco também se dá bem com as bolas alçadas na área. Dos 25 marcados na competição, 12 foram a partir de jogadas aéreas (48%).

No returno, o Vasco é o quarto melhor time e possui a terceira melhor defesa (5 gols sofridos), atrás de Flamengo e São Paulo (4 gols cada). Em oito jogos, o time conquistou quatro vitórias, dois empates e duas derrotas (58% de aproveitamento). São sete gols marcados (0,87 por jogo) e cinco sofridos (0,62).

Fonte: Sportv.com