Confira outros trechos da coletiva de Ramon após o jogo contra o Macaé

28/06/2020 às 19h19 - CLUBE

Em seu retorno ao Campeonato Carioca, o Vasco não teve dificuldades para vencer por 3 a 1 o Macaé, em São Januário, neste domingo. O argentino Germán Cano foi o grande nome da tarde, com três gols. Ele agora soma oito na temporada em 12 jogos - cinco destes no estadual.

Na entrevista coletiva, o técnico Ramon Menezes, que fez seu primeiro jogo pelo Vasco como treinador, fez elogios ao time e pediu ainda mais trabalho.

- Fiquei muito feliz pelo resultado. Sei da responsabilidade, sempre falei isso. Falei no vestiário que a vitória foi deles. Foi muito pouco tempo de trabalho. Futebol é construção. O entendimento de ideia, tiveram mudança de comportamento interessante. Tem que ter os pés no chão, mas saio satisfeito. Mais vontade de seguir trabalhando e fazer o time crescer - disse o técnico Ramon.

Aos 47 anos, a estreia pelo time que defendeu e foi muitas vezes campeão é motivo de orgulho para Ramon. Ele recordou da primeira partida dele como jogador do Vasco na preleção antes do jogo.

- Hoje na palestra falei para os jogadores que há 24 anos eu estava sentado como eles estavam hoje, eu chegando aqui no Vasco como atleta. O sentimento é o mesmo, de ansiedade e friozinho na barriga. Quem sente isso é quem vive no futebol. E isso é bom. Foi isso que passei para eles. Saio satisfeito pelo que fizemos em campo, sabemos que temos de melhorar muito e trabalhar bastante, mas a compra da ideia já se percebe e a mudança de comportamento. Então a tendência é a gente evoluir, crescer e dar alegrias ao torcedor do Vasco, que é o mais importante. Vestir a camisa como o torcedor do Vasco espera.

O time da Colina se beneficiou com a derrota do Madureira (2 a 0 para o Resende). Vasco e Madureira se enfrentam na próxima rodada. O Vasco precisa bater o Tricolor Suburbano na próxima quarta-feira e vai torcer para o Volta Redonda fazer no máximo três pontos nos próximos dois jogos.

Neste domingo, às 19h, no Nilton Santos, o Volta Redonda enfrenta o Fluminense. Se o Voltaço fizer quatro pontos e o time de Ramon vencer o Madureira, o saldo de gols definirá o segundo classificado do Grupo B.

Confira outros trechos da coletiva de Ramon Menezes:

"Busca do equilíbrio"

- Falei em entrevistas que nesse primeiro momento estamos na busca de equilíbrio. Alguns jogadores demoraram um pouquinho para poder voltar. Essa busca pelo equilíbrio passava pela parte física, técnica e tática no entendimento do pouco tempo que trabalhei a equipe. Nessa primeira escalação buscava equilíbrio e fiquei satisfeito.

- Tive ajuda de todos os profissionais da fisiologia e da parte física. Sabíamos que os jogadores não iam suportar. Tínhamos o Talles voltando de longo tempo parado, optamos pela saída dele naquele momento. É a busca desse equilíbrio. O caminho é esse. Precisamos evoluir cada vez mais e trabalhar mais.

Felippe Bastos e Vinicius

- Primeiro quero dizer o resgate de alguns jogadores no Vasco é importante. De alguns não, de todos. Acho que todo mundo é importante. Acho que a evolução do Fellipe já era nítida nos treinamentos, com o entendimento do que eu vinha passando e da própria função. Lógico que é o primeiro jogo. Falei lá atrás sobre uma coisa que acho muito importante no futebol que é entrar em campo e saber o que fazer e como fazer. Fellipe entendeu muito bem isso. Ele tem uma brilhante parte técnica, um chute muito bom de área e enxerga o jogo como poucos. Ele vem fazendo isso e crescendo na parte física.

- Vinícius é um jovem jogador e muito promissor. Precisa ser orientado, jogou numa faixa de campo que nos deu muitas opções para a bola chegar até ele e ele fazer a jogada. Ele tem que estar bem posicionado em campo e conseguiu fazer bem as jogadas.

Outras opções

- No lugar onde jogou o Vinicius também pode jogar o Lucas Santos naquela função. Há um ano tinha mercado até para fora do país. Ele tem tudo para ser o Lucas Santos como era. Temos o Pec que terminou Brasileiro do ano passado muito bem. Temos jovens jogadores que precisam ser trabalhados. Temos o Talles, que hoje é uma realidade. Optamos pela substituição, mas entendemos a importância dele. Sabemos que vai crescer, ele vem de lesão. A gente vê o crescimento do Andrey. O Bruno Gomes teve um probleminha e não pode ficar no banco. Está todo mundo atento e pronto para jogar.

Variações de jogo

- Tivemos pouco tempo para trabalhar, houve algumas variações. Conhecendo o elenco ao longo desse tempo, eu acho que facilita para que eu possa fazer algumas variações. Yago Pikachu foi deslocado para a segunda linha quando o Winck entrou. O Yago Pikachu tem muito potencial para jogar na segunda linha, dificilmente perde um gol daquele. Tem muita tranquilidade quando chega. No último terço do campo, é decisivo para o passe ou para a definição da jogada. Futebol é isso, criar alternativas e variações de acordo com o adversário e com o que você está vendo ali.

Fonte: Globoesporte.com