Cria do Vasco fica fora de convocação para a seleção olímpica

16/05/2019 às 08h22 - FUTEBOL

Toda transferência que requer um tempo maior de adaptação cobra um preço. O que bateu à porta do atacante Paulinho chegou na quarta-feira, ao ver seu nome ausente da primeira convocação para a seleção olímpica do Brasil. O jogador de 18 anos perdeu espaço nos corredores da CBF.

O pouco tempo de jogo no Bayer Leverkusen, para onde se transferiu ano passado, foi o principal motivo para ser deixado fora da lista de André Jardine. Ele vinha sendo um dos mais badalados jovens jogadores do país até deixar o Vasco. Esteve no radar, mas foi preterido para que nomes que estão mais ativos, como Rodrygo, do Santos, Antony, do São Paulo, e Pedrinho, do Corinthians, fossem chamados.

No total, somando o tempo em campo na temporada, Paulinho jogou apenas o equivalente a 5,6 partidas. É muito pouco para quem deixou São Januário rumo ao futebol alemão rivalizando em termos de prestígio com Vinicius Júnior, ex-Flamengo e atualmente no Real Madrid.

Não está descartada a possibilidade de o jogador ser convocado para o Torneio Maurice Rivello, antigo Torneio de Toulon. Isso porque a CBF corre o risco de desconvocar algum jogador do ataque caso seja o desejo dos clubes - Rodrygo e Antony, por exemplo, são titulares de Santos e São Paulo, respectivamente.

Fonte: Extra Online