Cupertino: "Eu me preparei muito para estar aqui no Vasco"

19/06/2020 às 09h24 - FUTEBOL

Terceiro vascaíno a participar de transmissão da Vasco TV na quinta-feira, o preparador físico Léo Cupertino tratou de vários assuntos, entre eles a situação física dos argentinos Benítez e Cano, dois reforços contratados para 2020. O primeiro preocupava porque chegou ao Vasco se recuperando de lesão sofrida em fevereiro, quando ainda defendia o Independiente. O outro, por sua vez, impressionou pela perda de peso durante o isolamento social.

+Reforço do Vasco, Benítez tira onda com título sobre Flamengo em 2017: "Maracanã ficou em silêncio"

Em entrevista também à Vasco TV, Benítez disse que estava bem melhor em relação a março, mês de sua chegada ao clube. Cupertino confirmou e elogiou o gringo pela entrega e pelo talento apresentado nos treinamentos.

- Falar do Benitez é muito fácil. É um atleta muito dedicado e com um espírito guerreiro. Tem uma qualidade acima da média e vem se dedicando ao máximo nos treinos. Tínhamos um pouquinho de dúvida sobre a forma que ele se apresentaria, foi monitorado nos pequenos grupos de trabalho e nos deu uma resposta muito positiva. Estamos muito contentes com ele. Não relata nada sobre a lesão passada. O dia a dia dele no clube é muito bom, assim como seu relacionamento com o clube e os atletas. Temos muita esperança e acreditamos que ele pode nos ajudar na construção de um Vasco vencedor e que honre as tradições - afirmou.

Sobre o compatriota de Benítez, Germán Cano, o preparador disse que a comissão técnica ficou positivamente surpreendida ao receber o centroavante em São Januário.

- Chocou a todos nós positivamente. Tudo que um preparador físico sonha é receber atletas com a dedicação do Cano. Desde que fui contratado, no dia 7 de abril, eu procurei participar de todos os processos que envolvem o clube, conhecendo os atletas, pegando dados e procurando entender o que o clube vinha fazendo desde o janeiro.

- O Cano foi um grata surpresa. Se trata de um atleta muito profissional. Estamos muito satisfeitos com o dia a dia dele. É uma coisa que deixa a gente contente. A entrega do grupo diariamente é incrível. Todos estão trabalhando muito forte, com intensidade em todas as ações, de potência e velocidade. E o Cano não vem sendo diferente. Muito bem nos treinamentos. Acreditamos muito no sucesso dele. Que ele possa fazer muitos gols e ajudar muito a gente.

Confira outros tópicos:

Cupertino cita preparadores Antônio Mello e Bebeto de Oliveira ao falar da honra de defender o Vasco

- Eu me preparei muito para estar aqui no Vasco. É uma oportunidade ímpar na minha vida. Eu respeito muito a grandeza do clube. Grandes profissionais passaram por aqui, como o Bebeto e o Mello. O que a torcida vascaína pode esperar é muito trabalho da nossa parte. Não vai faltar dedicação. É a chance da minha vida. Chego para buscar vitórias. Quero ajudar na reconstrução do Vasco, recolocar o clube no rumo de grandes conquistas, para marcar meu nome na história desse clubes. Todos que estão aqui na comissão técnica almejam isso.

Desafio de preparar a equipe do Vasco depois de uma grande paralisação

- Fizemos um cálculo e o Vasco ficou 77 dias parado. É um grande desafio, mas não apenas da preparação física. É um desafio de todos dentro do clube. Nosso objetivo é gradativo e sabemos que, quanto mais tempo tivermos para preparar a equipe, melhor ela estará preparada. O importante é que estamos prontos para reiniciar a competição no domingo. Vamos em busca de um grande resultado, o que nos interessa, que é a vitória. Esses desafios vamos trabalhando diariamente para alcançá-los o mais rápido possível.

Estágio dos jogadores que testaram positivo para a Covid-19

- Nós dividimos grupos e criamos um protocolo de treinamento para ser seguido. O objetivo era direcionar os trabalhos de acordo com os resultados que teríamos em mãos após a reapresentação. Esses atletas que chegaram depois e que foram diagnosticados com Covid-19 estão um pouquinho atrás. Esperávamos um prazo um pouquinho maior para prepará-los, mas todos estão sempre fazendo um algo, até para recuperarem o tempo período. Alguns estão trabalhando até em dois períodos. Esperamos igualar essas cargas um pouco mais para frente, daqui a duas ou três semanas.

Há desvantagem se o Vasco ficar por muito tempo sem jogar antes do Brasileiro?

- Quanto maior tempo tivermos para preparar a equipe, melhor ela estará em condições. A gente sabe do calendário, das dificuldades que existem na questão das datas, principalmente porque o Brasil é um país continental, onde muitas viagens precisam ser realizadas. Esperamos que os atletas possam entender essa forma de trabalho e possam evoluir diariamente.

Esse tempo para a competição nacional não sabemos ainda. Existem especulações, mas não temos a data. Independente disso, mesmo que a gente fique sem jogar por um tempo depois do Carioca, esse período será importante para darmos sequência na nossa preparação.

Fonte: GloboEsporte.com