Clube

De solidez à fragilidade: Defesa do Vasco sofre no returno da Série B

Antes sólida e difícil de ser penetrada, a defesa do Vasco virou um problema na reta final da Série B do Brasileirão. Recém-contratado, o treinador Jorginho tenta encontrar uma solução para a equipe parar de sofrer gols.

Foram 13 nos últimos 10 jogos, estatística que coloca a defesa do Vasco entre as mais vazadas do returno da competição. Os únicos times que sofreram mais gols nesse período foram Sport e Novorizontino (14 cada) e o próprio Náutico (16), adversário do Vasco na próxima rodada.

A equipe cruz-maltina sofreu gols nos últimos sete jogos da Série B. A última vez que as redes do goleiro Thiago Rodrigues ficaram intactas foi no empate em 0 a 0 com a Chapecoense, no dia 31 de julho.

Em sua apresentação na semana passada, Jorginho disse que havia assistido aos três jogos anteriores do Vasco (contra Bahia, Guarani e Brusque) e identificado uma deficiência na transição defensiva da equipe. Durante a semana que antecedeu o jogo contra o Grêmio, comandou algumas atividades com esse foco específico.

Em Porto Alegre, no entanto, sofreu dois gols, o segundo num contra-ataque. O técnico vascaíno disse que o trabalho nos próximos dias será para corrigir essas falhas.

- Tomamos dois gols em falhas nossas. Foram cinco dias de trabalho que conversamos bastante, vimos vídeos, e vamos tratar internamente as questões das falhas que não podem acontecer - disse ele na coletiva de imprensa após a partida.

Da solidez à fragilidade

O curioso é que o Vasco, no início da Série B, tinha a solidez defensiva entra suas maiores valências. Isso ajuda a explicar o fato de o clube, apesar do momento ruim, ainda ter a quinta melhor defesa da competição: foram 24 gols sofridos na competição inteira.

Thiago Rodrigues chegou a ficar 656 minutos sem ser vazado, por exemplo, entre as rodadas 5 e 11. O time na ocasião era comandado por Zé Ricardo, que se desligou para trabalhar no futebol japonês.

O Vasco nos últimos jogos tem sido uma equipe frágil defensivamente. Dos 13 gols sofridos no segundo turno, 12 foram marcados de dentro da área. O único nascido de um chute de longa distância foi o de Bitello, do Grêmio, no domingo passado.

O time volta a campo na próxima sexta-feira para enfrentar o Náutico, em São Januário, às 19h (de Brasília), pela 30ª rodada da Série B.

Fonte: ge
  • Quinta-feira, 29/09/2022 às 21h30
    Vasco Vasco 1
    Londrina Londrina 1
    Campeonato Brasileiro - Série B São Januário
  • Terça-feira, 04/10/2022 às 19h00
    Vasco Vasco
    Operário Operário
    Campeonato Brasileiro - Série B Estádio Germano Krüger
  • Sábado, 08/10/2022 às 18h30
    Vasco Vasco
    Grêmio Novorizontino Grêmio Novorizontino
    Campeonato Brasileiro - Série B São Januário
  • Domingo, 16/10/2022 às 16h00
    Vasco Vasco
    Sport Sport
    Campeonato Brasileiro - Série B Ilha do Retiro
  • Quinta-feira, 20/10/2022 às 21h30
    Vasco Vasco
    Criciúma Criciúma
    Campeonato Brasileiro - Série B São Januário
  • Quinta-feira, 27/10/2022 às 20h00
    Vasco Vasco
    Sampaio Corrêa Sampaio Corrêa
    Campeonato Brasileiro - Série B São Januário
  • Domingo, 06/11/2022 às 18h30
    Vasco Vasco
    Ituano Ituano
    Campeonato Brasileiro - Série B Estádio Municipal Doutor Novelli Junior