Donos dos CTs em Brasília falaram sobre receber times cariocas

21/05/2020 às 17h17 - FUTEBOL

Flamengo e Vasco se reuniram com autoridades em Brasília essa semana dispostos a avançar na retomada aos treinos. Na pauta das reuniões na terça (19/05) e quarta-feira (20/05), estava a possibilidade de usar a estrutura da capital. Os times cariocas receberam posicionamento favorável dos governos estadual e federal, mas um passo importante ainda precisa ser dado: combinar com os donos dos Centros de Treinamentos (CTs).

O Metrópoles apurou que nenhum dos responsáveis pelos CTs chegou a ser ouvido. Ainda assim, caso sejam procurados, eles apresentaram visões divergentes. Nem todos estão dispostos a aceitar a dupla carioca.

Vale ressaltar que em Brasília os eventos esportivos estão suspensos desde o primeiro decreto do governador Ibaneis Rocha (MDB), em 13 de março, a fim de evitar aglomerações.

A intenção de Flamengo e Vasco é usar CTs que serviram de apoio aos eventos oficiais da Fifa. São eles: CT do Brasiliense, CT do Gama, CT do Real Brasília e o o Centro de Capacitação Física dos Corpo de Bombeiros (Cecaf). Além deles, claro, o próprio Estádio Mané Garrincha.

Veja o que pensam os responsáveis pelos CTs no DF

Luiza Estevão, presidente do Brasiliense

"É bem provável que, se vierem jogar no Mané Garrincha, usarão o CT do Brasiliense. Nós temos um histórico de hospedar times visitantes, mas a situação é delicada no momento. Inclusive ainda não existe confirmação de jogos ou treinos em Brasília. Se for o caso, quando houver melhora da pandemia, podemos disponibilizar, tomando todas as medidas de segurança e seguindo a orientações da CBF e da OMS, mas até o momento não houve nenhuma mobilização. Vamos aguardar um posicionamento do Governo e das Organizações de Saúde."

Luiz Felipe Belmonte, presidente do Real Brasília

"Nossa estrutura hoje é uma das melhores que existem. Não tivemos nenhum contato, mas estamos à disposição. A minha casa é a casa do Flamengo. Na hora que o Flamengo quiser, é só me procurar. Jogador de alta performance tem que treinar. E aqui no DF, como está tendo uma incidência muito baixa (do novo coronavírus), acho até inteligente."

Weber Magalhães, presidente do Gama

"Isso não é nem movimento, isso é uma brincadeira. Isso aí não existe, no meio de tanta confusão que estamos em Brasília. Obrigação de máscara, isolamento.. Querem vir treinar aqui?

Richard Dubois, presidente da Arena BSB, gestora do Mané Garrincha

"Brasília tem as condições para a retomada gradual e segura do futebol, e nos disponibilizamos para apoiar a elaboração e testes dos protocolos de segurança."

Centro de Capacitação Física dos Corpo de Bombeiros (Cecaf)

O Metrópoles entrou com contato com o Cecaf, mas não obteve resposta até a publicação desta matéria.
 

Fonte: Metropoles