Edmundo causa nova polêmica entre Eurico e oposição

23/01/2008 às 14h45 - POLÍTICA

Nem mesmo a chegada de um ídolo como Edmundo escapou da eterna briga entre o presidente do Vasco, Eurico Miranda, e o MUV (Movimento Unido Vascaíno), principal grupo de oposição dentro do clube. Na apresentação do atacante, na última segunda, Eurico disse que a contratação do jogador esteve ameaçada diante da pressão feita por oposicionistas, para que o advogado de Edmundo, Luiz Roberto Leven Siano, não levasse a negociação adiante.

Através de seu site oficial, o MUV negou que tenha tomado qualquer atitude para impedir a contratação de Edmundo. "O presidente interino (Eurico Miranda) é mentiroso. O MUV nunca procurou o atleta ou seu advogado com o intuito de evitar qualquer negociação com o Vasco", diz parte da nota do MUV.

Mas em entrevista publicada pelo jornal O Globo nesta quarta-feira, Luiz Roberto Leven Siano garante ter recebido um pedido do diretor-presidente do MUV, José Henrique Coelho, no sentido de evitar o acerto de Edmundo com o Vasco.

"O Zé Henrique me ligou em dezembro pedindo para que eu não acertasse a vinda do Edmundo, porque haveria um julgamento em janeiro e a diretoria poderia usar politicamente a contratação do jogador. Respondi que não poderia ir contra os interesses do meu cliente", afirmou Leven Siano.

Fonte: Gazeta Press / Placar